10 jan

Premiação dos Alunos Destaque – 2º Semestre 2018

A cada ano letivo, alunos ou formados no ano corrente, são indicados pelas chefias dos departamentos do Centro Universitário FEI para serem homenageados pela Instituição com o “Prêmio Destaques Acadêmicos” pelas competências, atitudes, dedicação em projetos, bem como do mérito das ações desenvolvidas em programas acadêmicos durante o ano.

Começando pelo curso de Administração – campus São Bernardo do Campo, que indicou a aluna ALINE CAVALCANTE BRITO FONSECA, para receber o prêmio. Logo no início do curso, Aline foi diagnosticada com linfoma. Criou um blog para falar da doença e depois de um ano e meio de tratamento, estava curada. Formada com louvor no final do ano, Aline se destacou pela sua determinação e pela iniciativa em ajudar pessoas que passaram e passam pelo mesmo problema enfrentado por ela. O Professor Hong Yuh Ching, coordenador do curso em São Bernardo do Campo entregou o prêmio para a aluna.

Hong Adm

Já a indicada do curso de Administração – campus São Paulo – para receber o prêmio, foi a aluna GRETA SANCHES DA COSTA. A aluna teve um artigo de Iniciação Científica intitulado “Desafios e perspectivas para a consolidação das grandes centrais de reciclagem em parceria com catadores nos municípios de São Bernardo do Campo e São Paulo”, apresentado em um dos simpósios internacionais mais importante do Brasil, o SIMPOI – Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais.

No Departamento de Ciências Sociais e Jurídicas, a indicação foi para as alunas ROBERTA FRABETTI CAMPOS LIMA e JÉSSICA FABIANO DO ROZÁRIO, que se destacam pelo diferenciado desempenho no projeto de ação social “Crianças e adolescentes institucionalizadas: A trajetória do Lar Pequeno Leão”. Ao longo do desenvolvimento do projeto, as alunas identificaram que crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional são tutelada pelo Estado até completarem a maioridade. Porém, não há o desenvolvimento de um trabalho de preparação e acompanhamento, desses adolescentes, para a vida após institucionalização. Sendo assim, propuseram uma ação que objetiva o fortalecimento desses jovens, considerando os aspectos legais, sociais e emocionais, assim como o desenvolvimento de um projeto de vida. Essas alunas mobilizaram outros estudantes que, de forma voluntária, estarão contribuindo no desenvolvimento das atividades práticas propostas. Essa atitude demonstra o envolvimento e o compromisso dessas alunas com a sociedade e o respeito à dignidade do ser humano. O prêmio foi entregue pela vice-reitora de Extensão e Atividades Comunitárias, Profª. Drª. Rivana Marino.

0X9A8705

A indicada pela chefia do Departamento de Física foi a aluna BARBARA SILVA MENDONÇA do curso de Engenharia Química. Barbara atuou no Projeto “Cursinho FEI” estendendo as aulas de Física para além do estritamente acadêmico, tendo se tornado uma mentora para vários alunos, orientando-os na escolha da carreira e no planejamento de suas vidas. Além disso, participou da introdução de atividades experimentais como parte das aulas de Física dos alunos do Cursinho. O chefe do Departamento de Física, professor Roberto Baginsk, foi quem entregou para a aluna o prêmio.

Baginski

Já o Departamento de Engenharia Civil indicou os alunos da EQUIPE ESTUDANTIL CONCRETO FEI. Composta pelos alunos ANA BEATRIZ ALVES PEREIRA, CAMILA DE ALENCAR E SOUZA, FELIPE EDUARDO OLIVEIRA PINTO, GABRIEL GIACOBINI RAMIRO, GABRIEL PAULINO, GABRIELA PRADO DE OLIVEIRA, GIOVANI FAILE MANCUSO, GUILHERME ANTONIO DOS SANTOS NETO, GUILHERME MELANI DUTRA, GUSTAVO ZERBINATTI AFONSO, LUCAS ANDRADE TREVISAN e NATALIA COLBERT LEAL a equipe participou de todas as competições estudantis realizadas no congresso, conquistando a Primeira Colocação Geral do evento, ganhando assim a Medalha Concreto IBRACON. A equipe também conquistou a primeira colocação nas competições “Aparato de Proteção ao Ovo – APO e Concrebol”. Neste mesmo ano, no mês de março, a equipe Concreto FEI foi pela segunda vez Campeão Mundial do concurso FRC Bowling Ball Competition, competição reconhecida como o mundial estudantil sobre tecnologia do concreto, com equipes das Américas, Europa, Ásia, Oriente Médio e África. O professor Kurt Amann, coordenador do curso de Engenharia Civil e o professor Rui Barbosa de Souza, também da Engenharia Civil, entregaram o certificado aos homenageados.

Kurt - Concreto

Na Engenharia Elétrica o prêmio foi concedido aos alunos GABRIEL DE ALMEIDA SÁ COUTRIN, do curso de Engenharia de Automação e Controle e VINÍCIUS SANTOS BARBOSA, do curso de Engenharia Elétrica. Ambos estão finalizando um projeto de Iniciação Científica que será aplicado para estudo de supressão do tremor de pacientes com a doença de Parkinson. Além disso, os dois foram os que mais se destacaram no desenvolvimento do projeto de controle do braço robótico, que resultou no 2º lugar no desafio que ocorreu durante o CBEB 2018, em outubro, sendo os mesmos o “piloto” e “copiloto” manejando o sistema na competição.

GIOVANNA RIBEIRO GIMENEZ, aluna do curso de Engenharia Elétrica também foi homenageada por ter sido uma das integrantes do grupo de cinco alunas de Engenharia do Centro Universitário FEI que participaram e foram vencedoras do desafio “Siemens Women Experience”, um projeto da multinacional para enaltecer o papel da mulher na engenharia nos dias atuais.

BRUNA CARDOSO PAZ concluiu seu doutorado em Engenharia Elétrica em 2018 e está trabalhando em um projeto de pós-doutorado no Cea-Leti, na França. Durante a graduação na FEI recebeu diversos prêmios de Honra ao Mérito, como melhor aluna do semestre dentre os alunos do curso de Engenharia Elétrica. Recebeu também os prêmios do Instituto de Engenharia e “Prêmio CREA-SP Formação Profissional”. Fez seu mestrado na FEI e teve sua dissertação considerada a melhor do País na área de Microeletrônica, no concurso promovido pelo CEITEC-SBMicro. Ao longo de seu doutorado (2015-2018), publicou como primeira autora 5 artigos em periódicos internacionais e foi coautora de outro artigo no período. Publicou também 8 artigos em congressos de referência na área, como o ESSDERC, o S3S Conference e o EuroSOI-ULIS. Foi Presidente do Capítulo Estudantil do IEEE na FEI, tendo organizado a eventos beneficentes e de doação de sangue, além de plantões de dúvidas para os alunos de graduação.

DAVI ARAUJO DAL FABBRO, doutor em Engenharia Elétrica pela FEI, conquistou o prêmio de melhor dissertação de Mestrado no “XIV Workshop de Visão Computacional (WVC 2018)”, realizado em novembro na cidade de Ilhéus, Bahia. O WVC é um dos mais importantes congressos científicos nacionais sobre Visão Computacional, organizado anualmente pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC). O Professor Renato Giacomini, coordenador dos cursos de Engenharia Elétrica e de Engenharia de Automação e Controle fez a entrega dos certificados aos premiados. 0X9A8719

O Departamento de Matemática também fez a sua indicação e, MAYARA ALVES ROSA NEVES, estudante do curso de Engenharia Química foi a escolhida. Mayara desenvolveu dois projetos de Iniciação Científica: “Um panorama sobre pesquisas em educação matemática: possibilidades para o ensino de cálculo diferencial e integral” entre agosto de 2016 a julho de 2017 e “Proposta de uma sequência didática para o ensino e aprendizagem do conceito de derivada de função de uma variável real” de setembro de 2017 a agosto de 2018. Ambos os projetos são de grande importância para o Departamento de Matemática, pois desenvolvem abordagens de ensino destinadas ao uso em nossas aulas na FEI. Além disso a aluna Mayara, hoje no sétimo ciclo de Engenharia Química, é uma estudante com desempenho acadêmico diferenciado. Até o momento concluiu 42 disciplinas na FEI sem nenhuma reprovação. A nota média obtida nestas 42 disciplinas foi 8,18. O reitor Fábio do Prado foi convidado para entregar o certificado à aluna.

mayara

Os alunos da Equipe FEI, vencedora do “Desafio Acadêmico em Compósitos SAMPE Brasil”, promovido pela SAMPE – Sociedade para o Avanço de Materiais e Engenharia de Processos, em 2018 foram indicados ao Prêmio pelo Departamento de Engenharia de Materiais. Os alunos homenageados foram: ANDREY SAKAMOTO ANTONELI, BRUNO MATHEUS STEFANO LEITE, GUILHERME BERGARO SAGULA DE ALMEIDA, GUSTAVO VILLANI, ISABELA FERREIRA NUNES, JEFFERSON SILVA PEREIRA DOS SANTOS, LUCAS RINALDI RODRIGUES, PAULO ALCIDORI FILHO, PIERINA ALICE FRACASSO, RENATA CAROLINE MOTA SANTOS E ROBERTO ALVES TAVEIRA JUNIOR. Por ter conquistado o primeiro lugar na competição, a Equipe FEI participará do Desafio Mundial que acontecerá em Charlotte, Estados Unidos, este ano. A Equipe FEI é Tetracampeã deste desafio (edições 2014, 2016, 2017 e 2018).

Equipe FEI - Sakamoto

A chefia do Departamento de Engenharia Mecânica indicou o engenheiro LEONARDO AUGUSTO MASSASHI ITO, formado do curso de Engenharia Mecânica, ênfase Mecânica Automobilística no 1º semestre de 2018. Leonardo liderou o grupo de Trabalho de Conclusão de Curso ReTech – EGR sob a orientação do Prof. Silvio Shizuo Sumioshi. O trabalho destacou-se por propor solução inovadora de dois problemas atuais relacionados à utilização de hidrogênio combustível para motores de combustão interna: a produção termoeconômica e o armazenamento do gás. A qualidade do trabalho e seu impacto na melhoria da eficiência energética e redução das emissões, principalmente de motores a etanol, rendeu o prêmio de melhor trabalho de Conclusão de Curso na 61ª Expo MecAut e a 1ª colocação na categoria Estudantil – Educação de Engenharia no Congresso SAE Brasil, entre 40 trabalhos de todo o Brasil. O homenageado recebeu o certificado das mãos do Professor Silvio Shizuo Sumioshi.

Leonardo Augusto - Ackerman

O Departamento de Engenharia de Produção indicou os alunos que participaram dos primeiros projetos da iniciativa “Projeto Aplicado em Supply Chain Management PA-SCM”, criado em 2017 pelo Professor Mauro Sampaio. BEATRIZ TORRES SILVA, BRENNO TONDATO DE FARIA, CAIQUE FUKUDA PORTERO, GABRIEL LEVY, LOUIS MARIE, JOSEPH CHAMBERT LOIR, LUCAS CEDRONI FAVA, LUCAS RODRIGUES DE OLIVEIRA, RENAN CHAGAS LIMA MUSSI. O PA-SCM é uma experiência baseada em projetos que visa oferecer aos estudantes a oportunidade de participar de um projeto aplicado em Logística, Supply Chain Management e Gestão de Operações, que proporciona uma oportunidade para aplicar conhecimentos adquiridos no curso e testar suas habilidades de resolução de problemas em um caso real sempre com a orientação de um professor. Os alunos envolveram-se com motivação e muito colaboraram para os resultados em andamento e já alcançados nos quatro projetos que são: Análise e desenvolvimento de modelo operacional do sistema de planejamento e controle da produção da empresa DECA metais; Revisão do processo de entrega de produtos no last mile, visando reduzir os custos e exposição a riscos de roubo de carga da empresa B2W; Estudo e simulação de cenários no processo de recebimento do centro de distribuição da empresa CEVA Logistics no complexo da GM em Gravataí, RS; Revisão e modelagem da malha logística para distribuição de papel nos Estados Unidos da América da empresa Suzano Papel e Celulose. Para realizar a entrega do certificado aos homenageados, o Professor Dario Henrique Alliprandini, Coordenador do Curso de Engenharia de Produção e membro do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.

Gabriel Levy - Renan Chagas

Graduado em Engenharia Química na FEI em 2016 e, atualmente aluno do mestrado em Engenharia Química, JOSÉ CARLOS DE ANDRADE NETO, foi o indicado pelo Departamento de Engenharia Química. José Carlos obteve excelente desempenho durante a graduação; seu currículo mereceu destaque no desenvolvimento de um projeto de Iniciação Científica no período de fevereiro de 2014 a janeiro de 2015, que levou à publicação de artigo científico, bem como a apresentação de trabalhos em congressos nacionais e internacionais. Também desenvolveu um trabalho brilhante de conclusão de curso que possibilitou a apresentação em congresso internacional realizado em 2017 em Berlin, na Alemanha e o desenvolvimento de um artigo que está em fase final de elaboração e será submetido a um periódico de excelência na área. Todos esses resultados levaram a aprovação de uma bolsa de mestrado também FAPESP com vigência de julho de 2017 a junho de 2019, sob orientação da Prof.ª Dr.ª Andreia de Araújo Morandim Giannetti cujos pesquisas vêm sendo desenvolvidas de maneira primorosa e resultará na apresentação de diversos trabalhos e artigos. Para premiar o homenageado, o Prof. Fernando Marques Fernandes, membro do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.

0X9A8738

A aluna LETÍCIA DE OLIVEIRA PAULA, indicada pela Chefia do Departamento de Engenharia Têxtil se destacou na realização do trabalho “Análise do conforto de malhas de algodão produzidas com fios de diferentes tecnologias de fiação” que permitiu estabelecer relações técnicas  entre as características intrínsecas das fibras, dos fios e das malhas com os parâmetros de conforto fisiológico das malhas comumente utilizados em artigos de vestuário, produzidos com fios de diferentes tecnologias: Cardado, Penteado, Compactado, Open End, Sirospun e Vortex. O trabalho trouxe uma grande contribuição ao entendimento das propriedades dos fios produzidos pelas novas técnicas de fiação de algodão. Adicionalmente está desenvolvendo, atualmente, em seu Trabalho de Conclusão de Curso um sistema inovador para economia e despoluição de água em operações de beneficiamento têxtil. O Professor Arthur Tamasauskas, membro do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, entregou o prêmio para a aluna.

Leticia de Oliveira Paula

Formar profissionais inovadores e capazes de quebrar paradigmas. Esse é o objetivo do Centro Universitário FEI para com os seus alunos. Essa é uma forma de reconhecer e apreciar os empenhos e dedicações que cada um deles apresentaram ao longo do segundo semestre de 2018.

Confira abaixo um breve resumo em vídeo do que foi o evento:

05 jun

Engenharia FEI promove Desafio da Ponte Estaiada

1

As mudanças do mercado de trabalho têm exigido habilidades flexíveis os profissionais. Na Engenharia, por exemplo, criar soluções que tornam a vida em sociedade mais prática depende da união de conhecimentos entre as áreas: mecânica, elétrica, materiais, química, têxtil, civil, produção e automação, além de muitos outros aspectos.

Preparando os alunos para esse cenário, o professor do departamento de física da FEI, Antonio Santoro, promoveu aos alunos de Engenharia o “Desafio da Ponte Estaiada”, no qual os estudantes devem pesquisar diferentes modelos, projetar e construir pontes estaiadas. Os trabalhos são avaliados de forma prática, submetidos a testes de pesos e regras preestabelecidas. À primeira vista, parece ser um projeto somente da Engenharia Civil, porém, os alunos logo notam que construir tal protótipo (assim como em construções reais) requer a integração e trabalho de todas as áreas do conhecimento da Engenharia: multidisciplinaridade.

“Nós percorremos os prédios da FEI, laboratórios como mecânica, civil, aprendemos utilizar algumas máquinas. É importante essa troca de conhecimento”, comenta o aluno William Trindade, de Engenharia Mecânica, que participou do desafio.

Veja mais no vídeo abaixo:

25 maio

Fotos do FEI Portas Abertas 2018

Com recorde de público, 10ª edição do evento o consagra como um dos principais da região

1 blog

A relação teoria e prática caminha junto em diversos âmbitos da vida. É através da prática que a teoria ganha vida e novas ideias surgem, são executadas, chegando a um novo horizonte. Para muitos jovens, a decisão sobre qual profissão seguir tal como qual instituição de ensino superior escolher, faz com que a necessidade da teoria e prática seja sempre integrada. No último sábado, 19 de maio, o Centro Universitário FEI realizou mais uma edição do FEI Portas Abertas, evento que tem como objetivo apresentar na prática todo o universo da Instituição, orientando os visitantes de forma tecnológica, lúdica e divertida.

2 blog

Mais que uma visita, o evento proporciona ao visitante uma verdadeira imersão universitária, com mais de 100 atividades interativas, exposições, conhecimento e muita diversão. A edição 2018 contou com 5.200 visitantes, superando o recorde de 2017 e fazendo com que o dia fosse uma grande festa, afinal, motivo tinha: o FEI Portas Abertas comemorou 10 anos de história.

Confira todas as fotos do FEI Portas Abertas clicando aqui.

Vestiba

Vestibular do meio do ano

Até às 18h de 6 de junho, as inscrições estão abertas para o vestibular do meio do ano do Centro Universitário FEI. Os candidatos poderão inscrever-se para os cursos de Administração, Ciência da Computação e oito Engenharias: Automação e Controle, Civil, Elétrica, Materiais, Mecânica, Produção, Química e Têxtil. A FEI conta com dois campi, um em São Bernardo do Campo (SP), com todos os cursos, e outro na capital paulista, dedicado ao curso de Administração. A prova será aplicada em 16 de junho, com divulgação do gabarito no mesmo dia. Para outras informações, acesse www.fei.edu.br

Serviço – Vestibular 2018.2

Inscrições: Até 06/06

Taxa: R$ 90 pela internet e R$ 110 presencial
Cursos: Administração, Ciência da Computação, Engenharia Civil, Engenharia de Automação e Controle, Engenharia de Materiais, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Química e Engenharia Têxtil.
Data da prova: 16/06
Endereço: Campus São Bernardo do Campo –
Av. Humberto de Alencar Castelo Branco, 3.972-B – Assunção, São Bernardo do Campo – SP.
Campus São Paulo – Rua Tamandaré, 688 – Liberdade, São Paulo – SP

 

22 maio

Qual será a atuação do Engenheiro de Produção na Indústria 4.0?

1 blog

Indústria 4.0, também conhecida como Quarta Revolução Industrial, são termos criados recentemente e que são bastante utilizados para abranger os avanços tecnológicos e processos cada vez mais integrados e eficientes na Indústria. Nesse contexto, o trabalho do Engenheiro de Produção mostra-se tão importante e necessário, já que é ele o profissional responsável por todos os processos produtivos de uma organização, desde o manuseio da matéria-prima, até a entrega do produto final. Além disso, o especialista em Engenharia de Produção precisa estar atualizado com as transformações tecnológicas e atento as tendências e inovações que a área passará, sempre pensando em maneiras de reduzir os custos e evitar desperdícios, considerando os aspectos ambientais, econômicos e sociais.

Diante de todas essas transformações, o coordenador do curso de Engenharia de Produção do Centro Universitário FEI, Prof. Dário Alliprandini, respondeu algumas perguntas sobre as tendências da área e de como deverá ser a atuação do Engenheiro de Produção em um cenário de inovação e digitalização da Indústria!

2 blog

Quais são as atuais áreas de atuação do Engenheiro de Produção?

Dario Alliprandini: “O Engenheiro de Produção atua tanto na Indústria – como fábricas e montadoras – quanto na área de serviços, por exemplo, em empresas de consultoria, bancos e hospitais. As atividades principais são: planejamento, logística, engenharia da sustentabilidade, controle e melhoria de processos, gestão da qualidade, análise de risco, manufatura digital, simulação de cenários de processos e de negócios e gestão da tecnologia.”

Qual será o futuro da profissão no contexto da Indústria 4.0?

Dario Alliprandini: “O engenheiro de produção tem uma formação multidisciplinar e, por isso, é preparado para entender os diferentes processos de organizações de diversas áreas. O desafio para o futuro da profissão é desenvolver projetos que façam a conexão e a integração desses processos, incluindo as áreas de fabricação, fornecedores, distribuição, seleção de tecnologias, em um ambiente de Indústria 4.0. O engenheiro de produção vai atuar fortemente nesse ambiente, desenvolvendo projetos para integrar e inserir inteligência nos processos.”

Quais competências ele deverá desenvolver?

Dario Alliprandini: “Capacidade de analisar informações e dados relacionados a diferentes processos e sistemas; habilidade de comunicação para lidar com diferentes ambientes culturais e tecnológicos; domínio dos métodos de modelagem, análise e projeto de sistemas de produção; capacidade de aprendizagem para encarar os desafios organizacionais e as novas tecnologias; e ter conduta ética e humanista para garantir a harmonia de seus projetos com a construção de uma sociedade íntegra e justa.”

Quais são os diferenciais do curso de Engenharia de Produção da FEI?

Dario Alliprandini: “Alta empregabilidade! O curso de Engenharia de Produção da FEI foi o segundo a ser criado no País e, desde então, vem acompanhando o desenvolvimento das empresas, suas necessidades e busca pela inovação. Há uma relação muito próxima com o ambiente empresarial e os caminhos que o curso segue de atualização curricular, de laboratórios e em projetos de pesquisa têm alinhamento com o momento atual e futuro. Há projetos aplicados que são desenvolvidos pelos alunos com empresas parceiras, laboratórios modernos como os de manufatura digital e de manufatura integrada. Os alunos podem participar de pesquisas de iniciação científica que estão alinhadas aos projetos de mestrado e doutorado. Também há possibilidade de dupla diplomação com instituições da França e dos Estados Unidos, e a integração tanto social como em projetos com alunos de outras modalidades da Engenharia, da Computação e da Administração.”

Para um aluno que está interessado em cursar Engenharia de Produção, que dica o senhor daria?

Dario Alliprandini: “A aptidão deve ser o fator predominante na decisão por uma carreira. Para os que gostam de uma vida dinâmica e com muitas possibilidades profissionais, a Engenharia de Produção pode ser uma boa escolha. O profissional terá possibilidades de atuação em muitas áreas, o que garante alta empregabilidade e evolução na carreira de forma dinâmica.”

Vestiba

Vestibular do meio do ano

Até às 18h de 6 de junho, as inscrições estão abertas para o vestibular do meio do ano do Centro Universitário FEI. Os candidatos poderão inscrever-se para os cursos de Administração, Ciência da Computação e oito Engenharias: Automação e Controle, Civil, Elétrica, Materiais, Mecânica, Produção, Química e Têxtil. A FEI conta com dois campi, um em São Bernardo do Campo (SP), com todos os cursos, e outro na capital paulista, dedicado ao curso de Administração. A prova será aplicada em 16 de junho, com divulgação do gabarito no mesmo dia. Para outras informações, acesse www.fei.edu.br

Serviço – Vestibular 2018.2

Inscrições: Até 06/06

Taxa: R$ 90 pela internet e R$ 110 presencial
Cursos: Administração, Ciência da Computação, Engenharia Civil, Engenharia de Automação e Controle, Engenharia de Materiais, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Química e Engenharia Têxtil.
Data da prova: 16/06
Endereço: Campus São Bernardo do Campo –
Av. Humberto de Alencar Castelo Branco, 3.972-B – Assunção, São Bernardo do Campo – SP.
Campus São Paulo – Rua Tamandaré, 688 – Liberdade, São Paulo – SP

27 abr

FEI na FEIMEC 2018

6

Promover um ensino de qualidade, alinhado às demandas do mercado de trabalho, só é possível porque a FEI está constantemente atualizada com as mudanças do setor, inovações e tendências. Além das pesquisas e estudos realizados na Instituição, é preciso que professores e alunos sejam levados além do campus, tendo contato real com a indústria e todo o cenário mundial que fazem parte do cotidiano de profissionais da área.

A FEIMEC – Feira Internacional de Máquinas e Equpamentos, reuniu entre os dias 24 e 28 de abril, grandes marcas da indústria e suas inovações, conceitos e, principalmente, tendências para as próximas décadas. Sempre atenta, a FEI marcou presença no evento promovendo um diálogo entre alunos, professores e todos os profissionais presentes.

Em uma área chamada “Parque de Ideias”, um estande da FEI foi montado para apresentação de alguns trabalhos desenvolvidos por alunos e, também palestras com professores. Uma via de mão dupla que condiz totalmente com o DNA do Centro Universitário FEI desde sua criação: apoiar o desenvolvimento tecnológico e ser referência no País.

2

Em entrevista, o professor do curso de Engenharia de Produção da FEI, Alexandre Massote, comentou: “A FEI surgiu justamente para dar apoio ao desenvolvimento industrial, principalmente do Estado de São Paulo. Essa feira é uma ótima oportunidade para a FEI, de cada vez mais ficar perto dessas empresas. Os alunos serão futuros Engenheiros que trabalharão para as pessoas que estão expondo aqui”.

A todos que passavam pelo estande, uma curiosidade em comum: o veículo Fórmula FEI. Projetado por alunos de diversas Engenharias, como mecânica e elétrica, os estudantes levaram os dois modelos de carros que competem em níveis nacional e internacional. O primeiro apresentado foi o Fórmula Combustão, que para 2018 traz a injeção programável como novidade, além de muitas outras. E também o Fórmula Elétrico, que está alinhado a grande tendência dos veículos movidos à bateria. Um ponto interessante na exposição de projetos de alunos foi o Projeto SAMPE, da Engenharia de Materiais. O objetivo deste trabalho é construir pontes com um material leve, mas que suporta grandes pesos. Esse material foi utilizado no Design do veículo Fórmula, como estratégia para garantir uma melhor performance de velocidade no carro.

1

Enquanto os alunos trocavam conhecimentos com os visitantes, os professores palestravam para o público sobre o papel da FEI no desenvolvimento tecnológico do País. O professor Flavio Tonidanel, coordenador do curso de Ciência da Computação da FEI, apresentou sobre o futuro dos robôs inteligentes e como eles já são realidade no dia a dia de muitas pessoas. Os professores Fábio Lima, Alexandre Massote e Rodrigo Filev, dos cursos de Engenharia de Produção e Ciência da Computação, dialogaram sobre a Indústria 4.0 e como a FEI está inserida neste contexto.

3

Para o professor Alexandre Massote, essa troca de conhecimentos entre a FEI e a indústria é fundamental: “A palavra chave para o crescimento chama-se “Colaboração e Compartilhamento”. Então, a escola tem que compartilhar com a indústria aquilo que ela desenvolve. Por outro lado, as empresas têm que compartilhar com a escola no foco e na definição dos problemas”.

Veja mais destaques do evento no vídeo abaixo:

Faça parte desse mundo de inovação e desenvolvimento tecnológico com a FEI! As inscrições para o Vestibular estão abertas. Clique aqui e inscreva-se!

Até o próximo post 😉

Curta nossa página no Facebook

Twitter