05 jan

2018: novo ciclo e novas metas!

1 2018

A meia-noite do dia 1º de janeiro faz uma onda de otimismo cobrir o mundo inteiro. Não importa o local, como ou quando, o hábito é praticamente unânime: desejar que todos tenham um excelente ano novo.

No Centro Universitário FEI, 2018 será um ano promissor. Com a sua visão voltada à inovação, renovação e futuro, a Instituição caminha segundo as megatendências e focada em formar profissionais que serão protagonistas nas próximas décadas, especialistas em solucionar problemas crescentes em nossa sociedade. Uma prova latente desse movimento é o já consolidado Congresso de Inovação, que para este ano promete trazer ainda mais provocações e conhecimentos amplos a todos os alunos. Dentro dos campi, novas instalações, reformas e investimentos em equipamentos têm a missão de levar na prática esse desafio de futuro à toda comunidade FEIana.

2 2018

Falando em futuro, 2018 também será um ano decisivo. Milhares de estudantes darão início às suas vidas universitárias no próximo mês de fevereiro, abrindo suas mentes para um novo mundo. É importante lembrar: quem questiona, evolui! Na outra “ponta”, milhares de alunos terão o desafio de concluir o curso, apresentar seus TCC’s em Engenharia, Administração ou Ciência da Computação, para finalmente fazerem parte de um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. Não menos importante, os alunos que estão no meio do curso têm, ainda, o desafio de se reencontrar a cada dia, em meio à importantes escolhas da vida acadêmica.

Com tantos desafios em mãos, vale lembrar que as atitudes têm um papel muito importante no decorrer do ano. São 365 novos dias para um recomeço, conquistas e realizações. Queremos sempre fazer parte do sucesso dos nossos alunos.

Feliz 2018!

post-ano-novo-linkedin

20 dez

A FEI é uma Instituição Amiga do Empreendedor

“Oportunidades não surgem. É você que as cria” – Chris Grosser, fotógrafo.

Blog

As mudanças na sociedade nos últimos 10 anos têm criado novos hábitos e visões, especialmente nos negócios. As gerações atuais são formadas por mentes inovadoras e corajosas, que geralmente não ficam mais do que 5 anos em uma empresa. Mais que se distanciar do ponto eletrônico e rotinas no escritório, esse comportamento expressa uma tendência latente: o empreendedorismo.

O Centro Universitário FEI, referência entre as instituições de ensino por trabalhar a inovação, sustentabilidade e empreendedorismo em seus planos pedagógicos, foi convidado pelo MEC – Ministério da Educação, para integrar o Programa Instituição Amiga do Empreendedor: um projeto que visa apoiar as micro e pequenas empresas, desenvolvendo habilidades e conhecimentos para que cada vez mais elas tenham o sucesso nos negócios, contribuindo para uma sociedade mais justa.

Isso significa que, a partir de agora, um espaço fixo na Instituição será destinado aos profissionais que prestarão o atendimento e treinamento aos microempresários interessados. E claro, esse procedimento também beneficiará os alunos, que contarão com mais uma fonte de conhecimento em suas formações.

Outro grande (e preocupante) motivo da grande busca da população em empreender seu próprio negócio, é o desemprego. De acordo com o professor de Administração da FEI, Edson Sadao, existem 13,5 milhões de desempregados no País, criando-se, então, a necessidade por procurar novas alternativas de suprir o orçamento de casa. Para o Prof. Edson, as instituições de ensino podem receber esses empreendedores e apoiá-los nessa atividade, como a FEI tem feito.

A expectativa para 2018 é de que 500 instituições de ensino façam parte do programa, distribuídas pelo Brasil inteiro, seguindo o exemplo da FEI.

Saiba mais no vídeo abaixo:

14 nov

Equipe Robô FEI: campeã latino-americana em duas categorias.

23473090_1454765564591488_7546411942139650129_n

Entre os dias 7 e 11 de novembro, aconteceu em Curitiba – PR o LARC – Competição Latino Americana e Brasileira de Robótica. Durante os 5 dias, equipes de diversas universidades do País participaram com seus projetos de inteligência artificial. A equipe Robô FEI, que coleciona vitórias nos campeonatos que participa, conquistou mais dois troféus para sua estante.

Os FEIanos ficaram em primeiro lugar em duas categorias:

Humanoide: robô que joga futebol de forma autônoma

humanoide

@Home: a famosa e querida Judith, robô doméstico que tem como objetivo auxiliar nas funções dentro de casa.

Judith

Esse prêmio tem grande relevância, pois considera-se os vencedores como os melhores de toda a América do Sul. Com as vitórias, o robô humanoide da FEI é tri-campeão, e a Judith, Bi-campeã.

Aos alunos e professores, nosso sincero parabéns por toda dedicação e esforço.

A Equipe Robô FEI é formada por alunos da Graduação e Pós-Graduação, o que permite um intercâmbio de conhecimento muito rico. Conheça mais no vídeo abaixo:

Estude na FEI! Realize o Novo e faça parte de histórias de sucesso como essa. Clique aqui e inscreva-se

Vestibular

23 out

Megatendências para 2050 no Congresso de Inovação FEI

Evento realizado na FEI reuniu grande líderes da indústria para debates sobre o futuro.

Congresso 2

Cada vez mais o Centro Universitário FEI se preocupa em levar seus estudantes, especialmente os recém-chegados à Instituição, para o mercado de trabalho. Mais que isso, é importante que a capacitação a esses jovens seja qualificada e moldada de acordo com as mudanças da nossa sociedade, sobretudo as tendências de futuro.

Mas, como saber o que será tendência dentro de alguns anos? A resposta para esse desafio não é fácil. Pensando nisso a FEI promoveu a 2ª edição do Congresso de Inovação, entre os dias 9 e 11 de outubro. O evento, criado em 2016, tem como proposta discutir as megatendências para 2050 e, segundo elas, como um estudante FEIano deve se preparar para o mercado de trabalho.

cong 4

Para reforçar a importância do Congresso e aumentar a consistência do conteúdo trabalhado durante o encontro, os palestrantes convidados têm currículos de extrema importância na indústria, sendo em sua maioria presidentes, vice-presidentes, líderes do governo e academia, todos reunidos no campus São Bernardo do Campo da FEI, em contato direto com os alunos. Alguns painéis foram moderados por jornalistas influentes, como por exemplo, Carlos Tramontina, apresentador da TV Globo.

cong tramontina

O tema da edição 2017 foi “A Cidade e o Campo Inteligentes para uma melhor qualidade de vida”. Os palestrantes trouxeram importantes estudos que mostram, por exemplo, como as cidades estarão em 2050 e quais as tendências de comportamento, demanda e necessidades que precisarão de solução rápida dos profissionais do futuro, que hoje ocupam as salas de aula da FEI. A atividade no campo também foi discutida, pois a indústria agropecuária tem crescido cada vez mais, tornando inevitável uma integração com a cidade. Juntos, cidade e campo, para aonde tudo caminhará nas próximas décadas? Essa foi mais uma das inúmeras perguntas que passaram pelo palco do Congresso, abrindo um diálogo enriquecedor para todos.

No vídeo abaixo, o vice-presidente da Bayer do Brasil, Christian Lohbauer, comenta sobre as oportunidades de crescimento no agronegócio. Confira:

O Congresso de Inovação foi transmitido ao vivo na internet, durante os três dias. Dessa forma, toda a comunidade externa à FEI, incluindo ex-alunos, parceiros e público em geral, pôde acompanhar os debates e, também, fazer perguntas ao vivo através do Grupo Oficial no Facebook. Em breve os vídeos estarão disponíveis no site do Congresso.

Ao término do evento, um importante detalhe foi adicionado aos participantes: todos saíram com muito mais perguntas do que respostas. Esse é o objetivo do Congresso de Inovação FEI, provocar os estudantes e profissionais ao questionamento para que a busca pelo conhecimento seja constante, a evolução uma consequência. Quem questiona, evolui. A 3ª edição do Congresso de Inovação FEI, para 2018, já está confirmada!

cong 2

Realize o Novo! Inscreva-se no Vestibular FEI 2018 – CLIQUE AQUI.

17 out

Alunos apresentam seus projetos de pesquisa no SICFEI

4

No último dia 29 de setembro, no campus São Bernardo do Campo, aconteceu o VII SICFEI – Simpósio de Iniciação Científica, Didática e de Ações Sociais de Extensão da FEI.

O evento reuniu os principais projetos de pesquisa desenvolvidos por alunos, de todos os cursos, que participam do Programa de Iniciação Científica da FEI. Há algum tempo já listamos, aqui neste post, as principais vantagens e atribuições do programa.

O SICFEI congrega 4 vertentes em suas apresentações. São elas:

– Iniciação Científica;

– Iniciação Tecnológica e de Inovação;

– Didática;

– Ações de Extensão.

Para a exposição, os estudantes escrevem os seus trabalhos, apresentando as etapas das pesquisas já desenvolvidas e os resultados obtidos, sempre com orientação de um professor. Os melhores projetos são selecionados e levados ao evento, que reúne alunos, professores e uma banca avaliadora, formada por profissionais do mercado, alguns deles ex-alunos da Instituição.

“Alguns desses projetos estão ligados ao empreendedorismo, eles têm um viés de inovação”, comenta a Professora Michelly de Souza, da comissão organizadora.

2

O grande destaque para os participantes fica por conta do crescimento, pessoal e profissional, diante dos desafios de um projeto de pesquisa. O aluno de Engenharia de Produção, Guilherme Garcia, comenta: “Com a Iniciação Científica eu pude descobrir novos métodos de buscas. Antes eu ficava limitado à poucas bases de dados, com a iniciação eu descobri que há um mundo bem maior por trás disso. ”

1

Diferente do que muitas pessoas pensam, participar do programa de iniciação científica não deixa o aluno preparado somente para o meio acadêmico, mas também o prepara e o coloca em contato com o mercado de trabalho. No SICFEI, isso acontece na prática: avaliadores externos, da indústria e academia, classificam os melhores trabalhos que recebem prêmios no fim do evento.

“Eu achei muito bons os trabalhos. Eles estão tendo uma participação muito ativa da indústria, que é um conceito muito forte da FEI. Alguns trabalhos estão bem destinados à solução de problemas propostos pela indústria. ” – Comenta Fernando Garcia Nicodemos, ex-aluno e avaliador do evento.

Se você é aluno e tem interesse em participar do Programa de Iniciação FEI, a Profª Michelly tem um recado:

“A dica principal é conhecer os programas. Nós temos a secretaria, as coordenadoras dos programas que estão à disposição para falar sobre cada um deles (programas) e apresentar quais são as ideias. O aluno também pode entrar no site da FEI e consultar quais são os projetos que estão em andamento, os professores que orientam e o tipo de trabalho que é desenvolvido em cada área. ”

Assista a reportagem feita durante o evento:

Realize o Novo com a FEI: as inscrições para o Vestibular 2018 estão abertas. Clique aqui e se inscreva.

Top posts

Curta nossa página no Facebook

Twitter