Congresso de Inovação 2017 reúne especialistas para discutir questões e soluções tecnológicas para o campo e a cidade Reviewed by Momizat on . Com o tema “A Cidade e o Campo Inteligentes, para uma melhor qualidade de vida”, a FEI realizou, nos dias 9, 10 e 11 de outubro, a segunda edição do Congresso d Com o tema “A Cidade e o Campo Inteligentes, para uma melhor qualidade de vida”, a FEI realizou, nos dias 9, 10 e 11 de outubro, a segunda edição do Congresso d Rating: 0

Congresso de Inovação 2017 reúne especialistas para discutir questões e soluções tecnológicas para o campo e a cidade

Com o tema “A Cidade e o Campo Inteligentes, para uma melhor qualidade de vida”, a FEI realizou, nos dias 9, 10 e 11 de outubro, a segunda edição do Congresso de Inovação – Megatendências 2050. Durante os três dias de painéis, importantes nomes da academia, indústria, jornalismo, política e agronegócio se revezaram para falar e debater temas do futuro e se antecipar na criação e visões de soluções.

Logo na abertura do Congresso, o reitor do Centro Universitário FEI, Prof. Dr. Fábio do Prado pontuou que um dos objetivos do evento – que faz parte da Plataforma de Inovação da Instituição – é pensar em 2050 e em soluções e inovações que possam melhorar a qualidade de vida e bem estar da polução. “O futuro é complexo e imprevisível, e esse congresso surge como uma iniciativa para dar sustentação da formação dos jovens e qualificá-los para dar boas soluções a problemas do amanhã e de 2050. Por tanto, esse evento é para vocês, alunos”, destacou o reitor.

Entre as autoridades presentes na abertura do Congresso, estavam o presidente da Fundação Educacional Inaciana Pe. Sabóia de Medeiros, Padre Theodoro Peters; o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, e o secretário de Estado de Energia e Mineração, João Carlos de Souza Meirelles – representando o Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Ao falar sobre a importância do evento, Meirelles pontuou dois fatores: ser realizado na cidade de São Bernardo do Campo – berço da grande indústria brasileira de inovação e automobilística – e por ser uma iniciativa de uma Instituição renomada como a FEI. “A FEI nasceu em 1941 como uma resposta à demanda por inovação, inspirada pela ansiedade dos jesuítas de estarem à frente de seu tempo, interpretando o futuro para história”, disse.

Gilberto Kassab, Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, também marcou presença no segundo dia do Congresso e ressaltou a importância de eventos voltados para a ciência e tecnologia, como o realizado pela FEI. “A saída para qualquer país é o investimento em pesquisa. Infelizmente, o Brasil ainda não despertou para essa importância. Seríamos outro país se estivéssemos há alguns anos com esse comportamento. A FEI é diferenciada por mostrar a inovação em eventos como esse”, afirmou.

No decorrer dos três dias do evento, inúmeros debates foram realizados pelos especialistas, norteados pelo tema central do Congresso e, em muitos o que foi destacado foram as projeções que mostraram que em 2050 a população mundial deverá atingir 10 bilhões de pessoas, o que resultou em questões que estimulem os alunos a se anteciparem aos problemas que essa megapopulação mundial possa ter em 2050.

Confira nos próximos textos o resumo do evento.

Fonte: Estadão

InfoFEI - Informativo do Centro Universitário FEI