09 abr

Professor da FEI lança livro sobre sociologia das organizações

Livro Professor FEI_Linkedin

Uma das inúmeras vantagens dos alunos do Centro Universitário FEI é poder contar com professores, mestres e doutores que têm grande experiência no mercado de trabalho, com diversas atuações em empresas conceituadas, dentro e fora do País. As fronteiras desses conhecimentos se cruzam em sala de aula, promovendo um intercâmbio de conhecimento cada vez mais unificado e crescente. Indo além, é também um privilégio poder contar com livros escritos por esses professores da Instituição, que além de servir como exemplo aos alunos, acabam se tornando referência nacional (e internacional) pela inovação, visão crítica e espírito empreendedor, que juntos resumem o objetivo da FEI na formação dos alunos: torná-los protagonistas do seu próprio aprendizado.

Há cerca de um mês, o Professor Pedro Jaime, do Departamento de Administração da FEI, e o Professor Fred Lúcio, da ESPM, escreveram a obra: Sociologia das Organizações: conceitos, casos e relatos. Apesar de ser uma especialidade bem desenvolvida em muitos países, entre eles Estados Unidos, França e Inglaterra, a sociologia das organizações ainda é pouco conhecida no Brasil. A área estuda os aspectos sociais que influenciam a dinâmica da organização, como também oferece maior entendimento sobre os desafios que se colocam à prática da gestão. Em um mundo cada vez mais globalizado e diverso, a especialidade pode ser ferramenta estratégica para a mediação de conflitos e, consequentemente, o estabelecimento de melhores relações sociais dentro das empresas.

blog 3

O livro estabelece a relação entre a teoria sociológica e o cotidiano organizacional, tornando-se um guia para executivos e gestores utilizarem no dia a dia das organizações. “De forma simples, a sociologia das organizações contribui para uma gestão humana, com mais empatia. O gestor será capaz de fazer a leitura do ambiente, tanto interno quanto externo à organização, e poderá intervir de forma mais qualificada para solucionar possíveis conflitos que estejam acontecendo entre a empresas e seus múltiplos públicos de interesse. Ele/a também entenderá melhor a dinâmica das relações entre os indivíduos e grupos que compõem a organização, sejam funcionários, gerentes, ou dirigentes”, explica o professor Pedro Jaime.

A obra é fruto da experiência docente de duas décadas dos professores em faculdades de administração e escolas de negócios. “Sentíamos falta de um material que trouxesse discussões desses temas com a complexidade que marca o pensamento nas Ciências Sociais, mas, ao mesmo tempo, numa linguagem acessível e atraente tanto para os alunos de ensino superior, como para profissionais que atuam no mundo empresarial”, destaca Jaime.

blog 1

O livro pode ser encontrado nas principais livrarias do País. Vale investir em conhecimento!

Até o próximo post!

29 jun

Cinco locais turísticos em São Paulo para visitar nas férias

Após um semestre inteiro de estudos e dedicação, as férias chegaram trazendo respiro para todos os FEIanos. É tempo de sair da rotina, conhecer novos lugares e experiências. Essas vivências, mesmo que sejam simples, trazem diversos benefícios para a mente e o corpo, recarregando as energias para iniciar um novo ciclo com empenho e dedicação.

Um fator importante ligado ao descanso é o nível de criatividade. Você alguma vez já conseguiu ter ideias novas e/ou encontrar soluções com a mente exausta por meses de estudo/trabalho? Certamente não. A nossa veia criativa não funciona quando estamos cansados. As ideias surgem de novas experiências e referências. E qual o melhor período para isso? Sim, justamente: as férias 😀

Apesar da fama de selva de pedra, você sabia que São Paulo possui belíssimos parques e locais turísticos que fogem desse conceito de cidade cinza? O Blog da FEI separou cinco desses locais que possuem um visual relaxante e muita história para contar. Confira:

1. Parque da Água Branca

Parque da agua branca

Localizado na Zona Oeste de São Paulo, esse parque possui uma beleza natural extravagante. É ideal para atividades físicas ao ar livre, descanso, leitura de livros e piqueniques. Você ainda pode encontrar cisnes e filhotes de aves andando calmamente pelo ambiente. Vale a visita!

Avenida Francisco Matarazzo, 455 – Água Branca
Segunda a domingo, das 5h às 20h
Entrada Gratuita

2. Solo Sagrado

solo sagrado

Visitar o Solo Sagrado faz você sentir como se estivesse fora de São Paulo. O local, construído em 1945 para ser um protótipo do Paraíso Terrestre, possui 300 mil m² de jardins com paisagismo, cachoeiras artificiais, árvores e espaço para caminhadas. Mas atenção: as visitas neste parque acontecem somente na 4ª semana do mês e, para grupos com mais de 15 pessoas, é necessário agendar. Portanto, programe-se!

Av. Profº Hermann Von Ihering, 6567 – Jardim Casa Grande
Quinta a domingo, das 7h30 às 15h (apenas na quarta semana do mês)
Entrada Gratuita

3. Pinacoteca do Estado de São Paulo

Pinacoteca

Você certamente já ouviu falar sobre ela, mas como muitas pessoas, nunca visitou. A Pinacoteca do Estado de São Paulo recebe as principais exposições que chegam à cidade, além das mostras permanentes que ocupam o espaço. Todo esse belo patrimônio cultural está localizado ao lado da Estação da Luz, região de fácil acesso.

Praça da Luz, 2 – Luz
Quarta a segunda, das 10h às 17h30 (com permanência até às 18h)
Entrada gratuita aos sábados. Demais dias R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia-entrada)

4. Museu da Imigração

imigra

Este museu possui e preserva a história de todas as pessoas que chegaram ao Brasil por meio da Hospedaria de Imigrantes. Ao andar pelas dependências você pode conferir cartas da época, documentos, objetos e acessórios vindos de diferentes países. É possível também visitar a desativada estação de trem onde era feito o desembarque dos imigrantes, além de poder consultar os nomes das pessoas através de uma plataforma digital. Já imaginou consultar o seu sobrenome e, de repente, encontrar familiares? Sim, é possível. Vale a visita!

Rua Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca
Terça a Sábado, das 9h às 17h; Domingo, das 10h às 17h
Gratuito aos sábados. Demais dias R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada)

5. Jardins do Museu do Ipiranga

ipiranga

O Museu do Ipiranga é, sem dúvida, um dos pontos turísticos mais famosos de São Paulo. Atualmente não é possível visitar o museu, ele está fechado para reforma desde 2013, com previsão de abertura apenas para 2020. Porém, a boa notícia é que os belos jardins estão disponíveis e rendem boas fotos, momentos de descontração e lazer. O amplo espaço conta com fontes, árvores e plantas ornamentadas.

Av. Nazareth, S/N – Ipiranga
Diariamente, das 05h às 22h
Entrada Gratuita

Dicas anotadas? Então, aproveite as férias e bom passeio!

Veja também:

10 livros da Biblioteca da FEI para ler nessas férias

5 filmes para assistir nas suas férias

Fotos: Pinterest

Curta nossa página no Facebook

Twitter