23 jan

Business Innovation Design Thinking: conheça o novo curso da FEI!

Curso de Especialização visa capacitar profissionais para atuarem de forma dinâmica em diversas áreas do conhecimento.

Business

O Centro Universitário FEI acaba de abrir vagas para um novo curso de Especialização: Business Innovation Design Thinking. O objetivo é capacitar profissionais de diversos segmentos de atuação para desenvolverem soluções criativas e inovadoras de negócios para o mercado consumidor ou empresarial.

O curso atrai profissionais de diversas áreas, como Engenharia, Administração, Tecnologia da Informação, Economia e Marketing, por exemplo, que têm a missão de buscar inovações e soluções para sua área de atuação. Confira abaixo um pouco mais sobre o perfil do público-alvo:

– Jovens Empreendedores (recém-formados) que desejam abrir e gerir o próprio negócio;

– Profissionais experientes de organizações que desejam empreender os seus próprios negócios;

– Profissionais experientes de organizações que desejam empreender negócios para organizações, como o desenvolvimento de produtos e/ou serviços;

– Jovens profissionais que dominam as tecnologias da informação e que almejam criar e gerir negócios na Internet como lojas virtuais.

FEI-POS2018-LKD-BUS_INN

Com duração de 1 ano e disponível nos dois campi da Instituição, com estacionamento gratuito, o aluno terá o certificado de “Especialista em Business Innovation Design Thinking”. Acesse este link e veja mais detalhes, como plano de disciplinas e conteúdo programático.

Invista em sua carreira! Inscrições abertas.

Informações

Campus São Paulo – (11) 3274-5200
Envio de currículos para análise – iecatsp@fei.edu.br

Campus São Bernardo do Campo – (11) 4353-2909
Envio de currículos para análise – iecat@fei.edu.br

16 jan

E-Commerce & Marketing Digital: novo curso de Pós-Graduação FEI

FEI pos

Ser criativo e dinâmico é o primeiro passo para inovar e evoluir na carreira profissional. As mudanças no mercado trabalho têm, cada vez mais, exigido novas competências e conhecimentos que são somados às áreas distintas de sua origem. O advento da internet abriu inúmeras portas que permitem enxergar novas oportunidades de sucesso.

De olho neste cenário, na demanda crescente de jovens profissionais buscando empreender o próprio negócio, o programa de pós-graduação do Centro Universitário FEI abriu vagas para o novo curso de Especialização em E-Commerce & Marketing Digital.

FEI-POS2018-LKD-MARK_ECM

Com duração de um ano, a Especialização tem como objetivo capacitar o aluno a desenvolver soluções digitais para B2B (vendas de empresas para outras empresas) e B2C (vendas de empresa para cliente final), além da elaboração, criação e implementação de lojas virtuais com foco na relação com o cliente. Saiba mais aqui.

Há algum tempo, a área era vista somente como um complemento de profissionais graduados em Comunicação e Marketing. E claro, é natural que grande parte do público tenha essa origem em seus currículos. No entanto, há uma crescente demanda de profissionais de Administração, Ciência da Computação e Engenharia, além de áreas de tecnologia em geral, que buscam ampliar seus conhecimentos a fim de conquistar mais espaço no mercado de trabalho.

Seja empreendendo ou atuando em corporações, invista em sua carreira! Inscrições através do e-mail: iecat@fei.edu.br ou (11) 4353-2900 (Ramal 2019).

16 jun

Pioneira na formação para o mercado: Gestão e Tecnologia da Qualidade

Desde 1973, o Centro Universitário da FEI disponibiliza cursos de especialização que vão ao encontro das necessidades do mercado e também das legislações e normas existentes, que visam melhorias contínuas na gestão das empresas. Com a edição inicial da norma ISO 9000 em 1987, seguida de sua edição no Brasil em 1990 pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), houve no meio industrial uma grande demanda por gestores de produção e qualidade. A FEI, atenta a essa demanda, desenvolveu o curso Gestão da Qualidade e Produtividade com objetivo de atender a necessidade de aperfeiçoamento desses gestores e demais profissionais.

Iniciado em 1993, hoje o curso denomina-se Gestão e Tecnologia da Qualidade. A criação da especialização Gestão da Qualidade e Produtividade há quase 20 anos foi uma iniciativa pioneira do Departamento de Engenharia de Produção, juntamente com o Instituto de Especialização em Ciências Administrativas e Tecnológicas (IECAT), porque atendeu de forma ampla uma necessidade de aprimoramento profissional na implantação e gestão de sistemas da qualidade eficazes. “Em 1994 foi editada a revisão das normas ISO 9000 e o curso, entre suas várias disciplinas, focou de forma direta a compreensão da norma e como aplicá-la com sucesso”, explica o professor mestre Antonio Borsoi Filho, um dos coordenadores do curso na FEI.

GestaoCom foco no aprofundamento da análise crítica e na aplicação de princípios, métodos e técnicas para a gestão eficaz da qualidade em ambiente sustentável e competitivo, o curso tem duração de três semestres e é dividido em seis módulos. O objetivo é formar profissionais com graduação superior em diferentes áreas e que exerçam funções de natureza gerencial, técnica ou assessoria em organizações industriais ou de prestação de serviços. Para manter a especialização atualizada, a FEI faz avaliações e revisões constantes de conteúdo e metodologia, baseadas na evolução do mercado.

O ex-aluno Newton de Carvalho Meira, supervisor de qualidade da Metalúrgica Mardel, afirma que a qualificação dos professores da FEI, assim como a grade curricular, colaboraram para sua escolha em fazer o curso na Instituição. “A especialização ajudou para minha atualização de conhecimento e a vivência com outros alunos também foi enriquecedora para ampliar o meu aprendizado”, acrescenta.

Informações sobre o curso:

Campus São Paulo – (11) 3274-5200
Envio de currículos para análise – iecatsp@fei.edu.br

Campus São Bernardo do Campo – (11) 4353-2909
Envio de currículos para análise – iecat@fei.edu.br

 

09 jun

Centro Universitário oferece especialização em Gestão e Tecnologia em Projeto de Produto

A concepção, o desenvolvimento e a comercialização de produtos, em suas mais diversificadas formas, vêm experimentando notáveis alterações nas últimas décadas. O surgimento de novas técnicas de análise computacional, o rearranjo logístico e a necessidade de adaptação às constantes e imprevisíveis mudanças do mercado geram a necessidade de as empresas contratarem profissionais cada vez mais capacitados e atualizados. Essas são algumas das competências ensinadas no curso de pós-graduação Gestão e Tecnologia em Projeto de Produto do Centro Universitário da FEI.

Criada em 2006, a especialização tem por objetivo formar profissionais que possam atuar no desenvolvimento de produtos e, para isso, utilizem ferramentas computacionais e métodos de gestão de projetos em diversas áreas da indústria. O professor doutor William Maluf, coordenador do curso, afirma que a especialização aborda uma área estratégica para qualquer profissional que pretende se manter bem posicionado no mercado de trabalho.

IMG_4055

O coordenador, Profº William Maluf, fala que o principal desafio é elevar cada vez mais a qualidade do curso e torná-lo referência.

Com duração de três semestres, as 16 disciplinas são divididas em módulos interligados e compreendem desde a metodologia de gerenciamento de projetos até questões como logística e aquisição de insumos de produção, gestão da qualidade, engenharia experimental, seleção de materiais e modelagem por meio de ferramentas computacionais.

Com a especialização concluída em dezembro de 2012, o engenheiro sênior na Dunlop Pneus, José Eduardo Romeiro, conta que o curso conseguiu trabalhar todas as esferas necessárias para um bom conhecimento das etapas de projetos, tornando mais fácil a visão macro e permitindo aprofundamento em cada etapa. “Devido às minhas atividades profissionais, voltadas ao desenvolvimento, eu procurava uma especialização que me permitisse desenvolver as proficiências de gestão de projetos, mas que focasse também o lado técnico e prático. Dentre as instituições que pesquisei, a FEI era a única que apresentava um curso que englobava essas características”, reforça o engenheiro, ao afirmar que a especialização transmite embasamento técnico para que os alunos consigam gerir qualquer tipo de projeto.

Informações sobre o cursoCampus São Bernardo do Campo – (11) 4353-2909 Envio de currículos para análise – iecat@fei.edu.br

Inscreva-se! http://bit.ly/1Kn1sDd

13 jun

Eficiência na indústria de transformação

Dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI) indicam que a indústria de transformação fechou 2013 com crescimento de 3,8% em relação ao ano anterior. Segundo o órgão, o faturamento das empresas aumentou, no último ano, em 17 dos 21 segmentos monitorados, com destaque para os setores de máquinas e materiais elétricos, com 17,7%, e madeira, com 12,2%. A indústria de transformação representa um quarto da economia nacional e emprega um em cada quatro trabalhadores com carteira assinada no Brasil. Consciente da importância desse mercado, a FEI mantém um curso de pós-graduação em Gestão da Manutenção e de Ativos, que visa preparar engenheiros e tecnólogos para o gerenciamento desses processos nas empresas.

A gestão da manutenção e de ativos refere-se à administração dos elementos geradores de renda nas empresas, como equipamentos, ações e pessoas, e o gerenciamento eficiente fornece informações sobre os processos produtivos a fim de melhorá-los, por meio da redução de gastos com manutenção industrial, paralisações não previstas e diagnósticos preventivos de problemas. “A gestão de ativos tornou-se uma verdadeira prioridade nas empresas”, informa o professor Milton Augusto Galvão Zen, coordenador da especialização, ao acrescentar que a recente publicação das normas da série ISO NBR 55000, em 2013, que dispõem sobre a gestão de riscos e oportunidades nas organizações, irá estimular o cuidado das companhias com seus ativos.

A área exige conhecimentos multidisciplinares e, por esse motivo, a especialização na FEI está embasada em três pilares. Em Ferramentas de Produtividade na Manutenção são apresentados conteúdos sobre Manutenção da Produtividade Total, Mudanças na Produção, Terceirização, Organização da Manutenção e Execução e Controle da Manutenção. Em Estratégias e Gestão da Manutenção os profissionais são capacitados para projetos de Planejamento Estratégico, Gestão de Energia, Gestão de Meio Ambiente, Gestão de Higiene, Segurança no Trabalho, Gestão de Ativos, Tomada de Decisão e Análise de Problemas. Em Valorização da Manutenção são aprofundados conhecimentos sobre Informática da Manutenção, Administração de Estoques de Manutenção, Administração de Recursos Humanos, Conhecimento Humano na Manutenção e Serviços de Negociação. O corpo docente é composto por profissionais com alto grau de conhecimento técnico e humanístico, com mestres e doutores, além de uma base considerada de mercado, oriunda de empresas de ponta. A especialização permite a atuação não apenas na área de Manutenção, mas também em Planejamento, Produção, Recursos Humanos e setor Financeiro.

Crescimento Profissional

Oficial da Marinha Mercante, Paulino Soares Neto sempre trabalhou na área de Manutenção em embarcações, com o gerenciamento de frotas. Com experiência de 25 anos em uma empresa de transporte de cargas, o profissional redefiniu os rumos de sua carreira após a conclusão da pós-graduação em Gestão da Manutenção e de Ativos na FEI, em 2010. “O curso agregou conhecimentos e me abriu muitas portas. Ao final, recebi uma proposta para trabalhar na Coreia do Sul. Lá, participei da construção de dois navios que, atualmente, operam na região do pré-sal”, informa. Ao retornar ao Brasil, após um ano e meio, Paulino Soares Neto continuou no setor de petróleo. Hoje, atua na divisão de óleo e gás do Grupo Schahin, na área de manutenção, com a aplicação dos conteúdos adquiridos em plataformas em alto-mar. Segundo ele, além da estrutura física, com boas instalações e recursos, a pós-graduação oferecida pela FEI destaca-se pelo corpo docente, que apresenta sólidos conhecimentos técnicos e muitas informações sobre o mercado.

O interesse em adquirir conhecimentos de novas estratégias de mercado foi o que levou Lenise Bezerra Moraes de Lima a cursar a especialização em Gestão da Manutenção e de Ativos. Graduada em Logística em 2012, a profissional trabalha na empresa Tecfil Filtros com planejamento da execução da manutenção mecânica e eletrônica e acompanhamento dos indicadores de planejamento, com o propósito de garantir a disponibilidade e a confiabilidade dos ativos instalados e a otimização dos recursos disponíveis. “Aplico muitos conceitos aprendidos em sala de aula na minha rotina de trabalho e no desenvolvimento de minhas atividades”, destaca. Cursando o terceiro módulo da pós-graduação, Lenise Moraes ressalta a qualificação e a experiência profissional do corpo docente e a oportunidade de trocar experiências com professores e colegas.

_____________

Saiba mais sobre o curso clicando aqui!

_____________

Matéria publicada na revista Domínio FEI – Nº18 (pág 38)

Curta nossa página no Facebook

Twitter