11 Jul

Os benefícios da leitura

“A leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça, a quase totalidade não sente esta sede” – Carlos Drumond de Andrade – Poeta, contista e cronista brasileiro.

leitura

Ler é um hábito que traz benefícios múltiplos ao ser humano. Faz bem para a saúde física e, mais ainda, para a mente.

Através da leitura é possível desenvolver a criatividade, o estímulo à imaginação, aumentar o vocabulário e, naturalmente, melhorar a escrita. No geral, ler é aumentar os conhecimentos, logo, é evoluir.

Essas características são fundamentais para a formação profissional e pessoal. Um bom poder de comunicação verbal, escrita ou falada, constrói um indivíduo mais bem preparado para os desafios do dia a dia, além de deixá-lo mais questionador sobre o mundo. Quem questiona, também evolui.

Na era digital em que vivemos, é comum encontrarmos pessoas que não trocam a tela touch do celular por livros, questão de hábito e preferência. Mas a boa notícia é que podemos usar essa tecnologia em prol, também, da leitura.

leitura 3

Separamos 4 dicas básicas, mas muito úteis, para você tornar a leitura um hábito diário. Confira:

Ler no Celular: se você não se acostuma com a ideia de andar com livros na mochila ou embaixo do braço, adote o hábito de ler no celular ou dispositivos similares, como tablets, por exemplo. Hoje em dia temos disponíveis diversos aplicativos próprios para leitura, alguns com livros grátis, inclusive. É o caso do Google Livros, aplicativo que já vem instalado nos celulares com sistemas Android.

Compartilhe a Leitura: ler boas histórias, como bem sabemos, nos leva a lugares incríveis e a um mundo novo, tudo dentro da nossa mente. Mas não fique somente lá. Compartilhe essas histórias e suas experiências de leituras com amigos, certamente será uma troca enriquecedora. Novamente, a era digital é uma grande aliada nesse aspecto, pois, é possível utilizar redes sociais como o Skoob, que reúne leitores e escritores e permite trocar informações sobre leitura.

Meta Diária: estipule uma meta de acordo com o seu ritmo de leitura e disponibilidade de tempo. Se você julga que tem 15 minutos para ler, dedique-se. Se você julga ter 30 minutos ou mais, dedique-se também. Pode ser interessante definir o número de páginas a serem lidas, começando com números baixos se você não tem o hábito. Por exemplo: cinco páginas por dia. Aos poucos você vai aumentando essa meta, o importante é não parar.

Avalie a sua Preferência: a melhor maneira de incentivar a leitura é escolhendo temas do seu interesse. Você se envolve com a história e não percebe o tempo passar enquanto lê. Há tanto gênero à disposição: aventura, drama, ficção, suspense, além de outros tipos, como, documentários, biografias e histórias do passado.

leitura 2

Dicas anotadas? Então, comece hoje mesmo e boa leitura. 🙂

29 Jun

Cinco locais turísticos em São Paulo para visitar nas férias

Após um semestre inteiro de estudos e dedicação, as férias do meio do ano chegaram trazendo respiro para todos os estudantes. É tempo de sair da rotina, conhecer novos lugares e experiências. Essas vivências nas férias, mesmo que sejam simples, trazem diversos benefícios para a mente e o corpo, recarregando as energias para iniciar um novo ciclo com empenho e dedicação.

Um fator importante ligado ao descanso é o nível de criatividade. Você alguma vez já conseguiu ter ideias novas e/ou encontrar soluções com a mente exausta por meses de estudo/trabalho? Certamente não. A nossa veia criativa não funciona quando estamos cansados. As ideias surgem de novas experiências e referências. E qual o melhor período para isso? Sim, justamente: as férias 😀

Apesar da fama de selva de pedra, você sabia que São Paulo possui belíssimos parques e locais turísticos que fogem desse conceito de cidade cinza? O Blog da FEI separou cinco desses locais que possuem um visual relaxante e muita história para contar. Confira:

1. Parque da Água Branca

Parque da agua branca

Localizado na Zona Oeste de São Paulo, esse parque possui uma beleza natural extravagante. É ideal para atividades físicas ao ar livre, descanso, leitura de livros e piqueniques. Você ainda pode encontrar cisnes e filhotes de aves andando calmamente pelo ambiente. Vale a visita!

Avenida Francisco Matarazzo, 455 – Água Branca
Segunda a domingo, das 5h às 20h
Entrada Gratuita

2. Solo Sagrado

solo sagrado

Visitar o Solo Sagrado faz você sentir como se estivesse fora de São Paulo. O local, construído em 1945 para ser um protótipo do Paraíso Terrestre, possui 300 mil m² de jardins com paisagismo, cachoeiras artificiais, árvores e espaço para caminhadas. Mas atenção: as visitas neste parque acontecem somente na 4ª semana do mês e, para grupos com mais de 15 pessoas, é necessário agendar. Portanto, programe-se!

Av. Profº Hermann Von Ihering, 6567 – Jardim Casa Grande
Quinta a domingo, das 7h30 às 15h (apenas na quarta semana do mês)
Entrada Gratuita

3. Pinacoteca do Estado de São Paulo

Pinacoteca

Você certamente já ouviu falar sobre ela, mas como muitas pessoas, nunca visitou. A Pinacoteca do Estado de São Paulo recebe as principais exposições que chegam à cidade, além das mostras permanentes que ocupam o espaço. Todo esse belo patrimônio cultural está localizado ao lado da Estação da Luz, região de fácil acesso.

Praça da Luz, 2 – Luz
Quarta a segunda, das 10h às 17h30 (com permanência até às 18h)
Entrada gratuita aos sábados. Demais dias R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia-entrada)

4. Museu da Imigração

imigra

Este museu possui e preserva a história de todas as pessoas que chegaram ao Brasil por meio da Hospedaria de Imigrantes. Ao andar pelas dependências você pode conferir cartas da época, documentos, objetos e acessórios vindos de diferentes países. É possível também visitar a desativada estação de trem onde era feito o desembarque dos imigrantes, além de poder consultar os nomes das pessoas através de uma plataforma digital. Já imaginou consultar o seu sobrenome e, de repente, encontrar familiares? Sim, é possível. Vale a visita!

Rua Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca
Terça a Sábado, das 9h às 17h; Domingo, das 10h às 17h
Gratuito aos sábados. Demais dias R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada)

5. Jardins do Museu do Ipiranga

ipiranga

O Museu do Ipiranga é, sem dúvida, um dos pontos turísticos mais famosos de São Paulo. Atualmente não é possível visitar o museu, ele está fechado para reforma desde 2013, com previsão de abertura apenas para 2020. Porém, a boa notícia é que os belos jardins estão disponíveis e rendem boas fotos, momentos de descontração e lazer. O amplo espaço conta com fontes, árvores e plantas ornamentadas.

Av. Nazareth, S/N – Ipiranga
Diariamente, das 05h às 22h
Entrada Gratuita

Dicas anotadas? Então, aproveite as férias e bom passeio!

Veja também:

10 livros da Biblioteca da FEI para ler nessas férias

5 filmes para assistir nas suas férias

Fotos: Pinterest

05 Jun

Dicas para o Vestibular do Meio do Ano

O Vestibular do Meio do Ano da FEI está chegando e muitos candidatos se preparam para os dois dias de provas, 10 e 11 de junho. Rotinas de estudo, simulados, cursos preparatórios e estudos em grupo fazem parte da realidade dos jovens durante o ano todo, se intensificando nos dias que antecedem o exame.

Para garantir tranquilidade e bom rendimento, nós do Blog da FEI listamos algumas dicas que vão te ajudar a manter o foco durante a prova, concentrando-se melhor em todo o conteúdo estudado. Confira:

2863792011_2faaca0d5a

Uma boa noite de sono – Durma cedo no dia anterior à prova e tome um banho ao acordar para despertar. Se alimentar é importante, então tome um bom café da manhã, mas nada pesado que te deixe com sono novamente. O ideal é dormir cerca de 8 horas.

alarm-clock-155187_960_720

Chegue com antecedência – Programe-se! Imprevistos acontecem e chegar com antecedência nunca é um ponto negativo. Em dias de Vestibular, é comum o trânsito ao redor da Instituição ficar mais intenso, portanto, saia mais cedo. Lembre-se que você deve conferir em que sala realizará a prova e para isso é preciso tempo.

395px- Korean_Traffic_sign_(Follow_Directions).svg

Para chegar ao local da prova – Muitos vestibulandos moram em outras cidades, então cheque o local da sua prova e descubra como chegar lá e quanto tempo você levará. A FEI disponibiliza em seu site, rotas e informações sobre transporte coletivo para os dois campi, além de mapas com instruções.

back-to-school-953250_960_720

Não esqueça seus documentos e materiais – Lembre-se que os candidatos podem levar apenas lápis, caneta e borracha. A apresentação do RG e do comprovante de inscrição é obrigatória para confirmar que você fez a sua inscrição.

7-Healthy-late-night-snacks-that-will-NOT-undo-it-allO que comer e o que vestir – O período máximo para realização da prova nos dois dias é de até 4 horas, então os candidatos são autorizados a levar lanchinhos rápidos. A nossa dica é que prefira lanches leves e não esqueça sua garrafinha de água. Além disso, conforto é importante, então vista roupas adequadas para o clima do dia.

Acima de tudo, confie em você mesmo! Desejamos a todos uma boa prova 🙂

19 Apr

Como ter um bom rendimento na hora de estudar?

Com apoio do Professor Roberto Baginski, do Centro Universitário FEI, este curto texto traz dicas para você ter um bom rendimento na hora de estudar.

Teen boy and girl sitting together and studying

Vivemos em um mundo cada vez mais tecnológico e com entretenimento fácil a um clique de distância. Smartphones e seus diversos aplicativos, serviços de streaming e seus catálogos de filmes e seriados são verdadeiras tentações para qualquer jovem. Quem nunca passou o fim de semana fazendo uma maratona de seriado? Em meio a tanta aventura moderna, somada à rotina de trabalhar, curtir a família, os amigos e o namorado(a), um dilema sempre surge na vida de todos: como organizar o tempo e os estudos para conseguir um bom rendimento?

Diferente dos seriados, a maratona de provas pode se tornar uma verdadeira tortura para quem deixa para estudar na última hora, sendo esse um dos primeiros pontos a evitar (se não o primeiro). Neste post trazemos dicas valiosas para você organizar os seus estudos e, para deixa-lo ainda mais rico de informação, conversamos com o Professor Roberto Baginski, um dos responsáveis pelo Programa de Apoio ao Ingressante (PAI) da FEI.

Portanto, copie e cole essas dicas no bloco de notas do seu celular e aproveite:

1. Tenha uma agenda.

O primeiro passo para se organizar é ter uma agenda! Pode ser eletrônica no celular, no notebook, ou até mesmo em um papel escrito de caneta, não importa. O importante é você marcar o dia exato da prova e o horário. Geralmente as datas das provas são divulgadas com bastante antecedência, não é mesmo? Então, marque todas elas na sua agenda, de preferência com algum lembrete sobre o conteúdo que cairá na avaliação.

2. Estude acompanhado, mas de grupos pequenos.

Combine grupos de estudo com seus amigos de classe, a troca de conhecimento é sempre uma fonte rica de informação e aprendizado. Vocês podem se divertir estudando juntos e ainda tirar aquela selfie para postar nas redes sociais. #VamoFEI

Group of university students using laptop outdoors

O Professor Roberto Baginski, do Centro Universitário FEI, recomenda:

  • Tenha certeza de que todos no grupo querem mesmo estudar.

 

  • Resolva primeiro os problemas recomendados por seu professor e que você ainda não resolveu; depois, os de provas anteriores.

 

  • Não resolva os problemas na ordem em que os assuntos foram tratados nas aulas; misture os assuntos: isso obriga sua mente a trabalhar mais e esforço aplicado corretamente gera aprendizagem.

 

  • Esforce-se para resolver os problemas; não os abandone antes de ter tentado de verdade.

 

  • Estudar a solução de um problema não é a mesma coisa que tentar resolvê-lo por conta própria; só veja a solução do problema quando tiver realmente “travado” em algum ponto e tiver certeza de que ninguém no seu grupo tem uma boa ideia sobre o que fazer; mesmo neste caso, procure entender o passo e não apenas copiá-lo acriticamente.

 

  • Faça pausas de uns 10 minutos a cada 90 minutos de estudo, aproximadamente; descontraia um pouco e, depois, volte aos estudos.

3. Faça um resumo de uma página da matéria

Relacione ideias, conceitos, definições, equações, técnicas e procedimentos importantes. Não copie resolução de exercícios em seu resumo.

4. Não adianta virar noites estudantes

O cérebro precisa de sono de boa qualidade para fixar o conhecimento obtido durante o estudo. Você precisa estar alerta e descansado para as aulas do dia seguinte e para as provas.

5. Use a internet a seu favor

É possível hoje encontrar muitas dicas de estudo pelo YouTube. Identifique quais são suas dificuldades e procure por vídeos que possam auxiliar nelas. Aqui, por exemplo, trazemos um vídeo apresentando 4 formas de ser mais produtivo durante os estudos. Confira:

Dicas anotadas? Então vamos em frente que logo mais as provas estão chegando. Boa sorte!

25 May

Dicas para se dar bem no ENEM e usar sua nota para entrar na FEI

O Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM) é composto por quatro provas objetivas e por uma redação. As provas objetivas são realizadas em dois dias e cada uma contém 45 questões de múltipla escolha. No sábado, são realizadas as provas de Ciências humanas e suas tecnologias e de Ciências da natureza e suas tecnologias com 4h30min de duração. No domingo, é dia das provas de Linguagens, códigos e suas tecnologias e de Matemática e suas tecnologias. A redação é realizada no domingo e por este motivo o exame de domingo tem duração de 5h30min.

Atualmente, as provas do ENEM estão muito parecidas com as provas de vestibulares tradicionais e exigem interpretação de texto, raciocínio lógico, conhecimentos específicos sobre os diversos componentes curriculares e capacidade de argumentação e de expressão (na redação). A preparação para a redação do ENEM exige que o participante leia muito, se informe sobre as notícias e reflita e argumente sobre elas na forma escrita, sempre que possível.

Dicas para estudar e aprender:

 

  • Comece agora. Aprendizagem exige tempo.

 

  • Aprendizagem é mais profunda e mais durável quando a situação de aprendizagem exige esforço. Se está parecendo muito fácil, é provável que você não esteja aprendendo de verdade, mas apenas sofrendo da ilusão da aprendizagem.

 

  • Puxar da memória fatos, conceitos e técnicas torna a aprendizagem mais duradoura.

 

  • Prática espaçada, intercalada e variada é mais eficaz para a aprendizagem a longo prazo do que a prática de um único assunto por longos intervalos de tempo.

 

  • Tentar resolver um problema antes que a solução seja ensinada leva a uma aprendizagem superior, mesmo que erros sejam cometidos no caminho.

 

  • Aprendizagem é melhor quando o aprendiz emprega suas múltiplas inteligências em vez de ficar confinado ao estilo de aprendizagem com o qual se sente mais confortável.

 

  • Tentar identificar princípios gerais é mais importante para a aprendizagem do que tentar colecionar as soluções a diversos tipos de problemas.

 

  • É importante se testar com regularidade para identificar fraquezas.

 

  • Toda aprendizagem requer uma fundação de conhecimento prévio. Se você está com dificuldade para enteder algum conteúdo, pode ser necessário voltar às bases que sustentam este conhecimento.

 

  • Atribuir significado ao novo material ao expressá-lo em suas próprias palavras (elaboração), relacionar o novo material com conhecimento já adquirido e colocar o novo material em um contexto mais geral são três processos que auxiliam a aprendizagem.

 

  • Organizar as idéias-chave do novo material em modelos mentais e relacionar estes modelos mentais com o conhecimento já adquirido permite aprendizagem de assuntos complexos.

iStock_000008431480Medium

Dicas para os dias das provas:

 

  • Prepare o material necessário
    • Caneta esferográfica preta fabricada em material transparente é o único instrumento de escrita aceito no ENEM.
    • Documento original de identificação dentro do prazo de validade.
    • Água e um lanchinho leve, mas não exagere, pois você não vai querer perder preciosos minutos de prova indo ao banheiro ou ficando sonolento.

 

  • Saiba onde vai fazer sua prova e chegue com antecedência ao local
    • Cuidado com o despertador (é bom ter um de reserva).
    • Cuidado com o trânsito (conheça o caminho e programe-se para chegar 30 minutos antes do horário de abertura dos portões).

 

  • Mantenha-se relaxado e concentrado
    • Evite aglomerações e agitações na frente do prédio ou na frente da sala: agitação libera epinefrina (adrenalina), que bloqueia a memória e o raciocínio no cérebro (“deu branco”).
    • Evite aquela revisão de última hora: você só vai ficar nervoso.
    • Evite conversar demais nos minutos que antecedem o início da prova: é hora de se concentrar.
    • Respirar profundamente, usando o diafragma e a musculatura do abdome, por 1 minuto ajuda a relaxar e a ficar concentrado (não, não é uma contradição).
    • Use uma roupa confortável, que não vá fazê-lo passar calor ou frio, nem aperte demais nem … bom, você entendeu.

 

  • Use o tempo a seu favor
    • Em média, você terá entre 2 e 3 minutos para cada questão, já reservando 20 minutos para o preenchimento do cartão de respostas e 1 hora para a redação.
    • Há um procedimento simples para resolver as provas objetivas de forma eficaz (mas não é milagre, você precisar ter estudado ao longo do ano):
      1. No caderno de questões, se tiver certeza da resposta de uma questão, marque-a claramente para não precisar mais voltar à questão; se tiver dúvida entre duas ou três alternativas, indique-as para voltar à questão posteriormente e decidir; se não tiver ideia da resposta correta, marque a questão com um ponto de interrogação.
      2. Volte às questões em que você tem dúvida e às questões em que você não tem ideia da resposta. Se conseguiu descobrir a resposta correta nesta segunda leitura, marque-a; se está em dúvida entre duas ou três alternativas, indique-as. Aidna não tem ideia da resposta? Deixe o ponto de interrogação.
      3. Faça uma pausa breve, se alongue, relaxe os músculos, faça um lanchinho ou vá ao banheiro.
      4. Repita o passo 2. É possível que mesmo assim ainda tenham sobrado questões em que você tem dúvida entre duas ou mais alternativas e, com sorte, poucas questões em que você não tem ideia sobre qual seria a resposta correta, mas agora é hora de preencher o cartão de respostas.
      5. Transcreva suas respostas para o cartão de respostas; em caso de dúvida sobre a resposta correta, você terá de “chutar,” mas não deixe nenhuma questão sem resposta.
      6. Tome cuidado para não anular uma questão marcando duas respostas para a mesma questão em seu cartão de respostas.

 

    • No caso da redação:
      1. Leia todos os textos de apoio. Eles não estão lá para ocupar espaço na página.
      2. Aproveite e destaque as informações que avaliou como importantes nos textos de apoio, mas não copie trechos deles em sua redação (isso é plágio e você receberá nota zero). Você pode, porém, citar dados dos textos de apoio em sua redação.
      3. Não fuja do tema nem banque o engraçadinho (hino de time de futebol, receita de bolo, protesto partidário ou similares em sua redação). O resultado será nota zero.
      4. Faça uma lista curta dos tópicos que pretende abordar em seu texto. Adote uma posição, argumente a favor desta posição e conclua com uma proposta de intervenção, mas não desrespeite as pessoas nem faça apologia de condutas criminosas, como o desrespeito aos direitos humanos,  à democracia, em sua redação.

 

Procure seguir a norma culta da língua portuguesa, mas cuidado: os avaliadores não se impressionam com mesóclises e linguagem arcaica. Seu texto deve ser compreendido.

Vai dar tudo certo. Boa sorte!

Professor Roberto Baginski

 

As inscrições para o Vestibular FEI 2º Semestre de 2016 estão abertas. Clique aqui e descubra como utilizar sua nota do ENEM para ingressar na FEI!

Curta nossa página no Facebook

Twitter