12 Jul

Conheça o projeto Robô FEI

1

Preparar o aluno na prática para o mercado de trabalho é um dos principais objetivos do Centro Universitário FEI. Para isso, o incentivo e investimento em projetos que permitem aos estudantes vivenciar o dia a dia como profissionais são constantes.

Essa é a realidade da equipe Robô FEI, formada em 2003, com a proposta de desenvolver projetos e aprimorar pesquisas de robótica e inteligência artificial. Para realização dos trabalhos, o projeto conta com alunos de Ciência da Computação e Engenharia.

Atualmente, os robôs são divididos em três categorias. São elas:

– Humanoide: robô com características humanas, projetado para jogar futebol de forma autônoma. Através de uma câmera integrada e programação previamente planejada, o robô deve calcular a distância de chute, espaço entre os adversários entre outros.

2

– At home: robô doméstico que visa a interação entre humano e máquina. Conhecido como Judith, a robô é figura conhecia na FEI, sendo muito querida por alunos e professores. Sua principal função é identificar e auxiliar em casa, podendo, inclusive, identificar através de sua câmera quando alguém está caído no chão. Se for o caso, a robô faz uma ligação de emergência para um número previamente programado.

3

– Small Size: nesta categoria, como o próprio nome diz, os robôs são pequenos e, assim como o Humanoide, jogam futebol. A dinâmica de jogo é diferente e mais planejada, além do campo e bola serem proporcionalmente menores devido ao tamanho dos robôs.

4

Uma característica muito interessante do Robô FEI é a integração entre alunos da graduação, mestrado e doutorado. Esse intercâmbio permite o desenvolvimento do trabalho em equipe e troca de conhecimentos, teóricos e práticos.

“Na faculdade, geralmente, a gente aprende mais o lado teórico. No projeto [Robô FEI] a gente aprende a lidar tanto com o lado prático quanto com pessoas. Você precisa aprender a trabalhar em equipe, ajudar e transmitir conhecimento”, comenta Jade Cortez, aluna de Engenharia Mecânica da FEI e participante do projeto.

6

Jade Cortez, aluna de Engenharia Mecânica, em entrevista para a TV Globo

Indo além do campus, o Robô FEI participa de competições de robótica, nacionais e internacionais, conquistando bons resultados. Esse ano, por exemplo, a equipe vai viajar até o Japão para participar da Robocup, copa mundial de robôs, que reúne instituições e equipes do mundo todo num torneio emocionante.

Atualmente, a FEI possui um dos melhores desenvolvimentos em robótica do País. Confira como é o trabalho da Robô FEI neste vídeo:

 

16 Jun

Saiba como nasceu a Robô Judith

0X9A5071Em fevereiro de 2013, depois de terminar seu mestrado em Engenharia Elétrica pela FEI, o Engenheiro Elétrico Andrey Masiero e o Profº Dr. Plinio Aquino , perceberam a ascensão das pesquisas em Interação Humano Robô e decidiram que essa também seria a área de pesquisa do Doutorado de Andrey.

Algum tempo depois, Andrey foi apresentado à categoria RoboCup @Home, da competição mundial de robótica. Essa categoria era voltada para ambientes com interação social, como residência, hospitais, asilos, etc. “É primordial que, como um agente social, o robô saiba se relacionar e tratar bem as pessoas, além de auxiliar em caso de doenças e cuidados com a casa. ”, conta Andrey.

E foi assim, que em 2014, depois de uma busca por todos os robôs que a FEI já possuía, o doutorando e o Coordenador do Curso de Ciência da Computação, Prof.º Flávio Tonidandel, encontraram o PeopleBot, uma plataforma robótica desenvolvida justamente para interação humano robô, por conta de sua altura e da possibilidade de colocar um monitor em seu topo para transmitir informações às pessoas a sua volta. Mais tarde essa plataforma seria completamente adequada para a categoria @Home e passaria a se chamar Judith.

Andrey conta que o começo do trabalho foi difícil, pois o robô não conseguia fazer nada do que era pedido pela equipe e todos os testes davam errado. “Um dia, estávamos trabalhando para que o robô realizasse a primeira tarefa da competição e alguém falou ‘Parece a Judith, não faz nada direito! ’, fazendo alusão a um vídeo bem famoso do canal Porta dos Fundos. Ali, o nosso robô passou a ser a robô Judith. O mais legal é que o nome ficou bem famoso na competição latino-americana e o público vinha perguntar pela Judith. ”.

0X9A4867

Em outubro de 2015, a equipe embarcou para a primeira competição da robô, em Uberlândia, e conquistou o terceiro lugar, o que foi uma completa surpresa uma vez que o objetivo da participação era apenas aparecer pela primeira vez em uma competição @Home. Toda a equipe que fez a primeira versão da Judith esteve presente na competição: dois alunos Engenharia Mecânica, responsáveis pela adaptação de um braço robótico, construção de um suporte para o microfone e o tablet que representam o ouvido e a face do robô, respectivamente, dois alunos de Engenharia Elétrica, dois de Automação e Controle, um mestrando em Engenharia Elétrica e O Andrey, doutorando em Engenharia Elétrica. Enfim, todos os responsáveis pelo cérebro (os programas) e a alimentação (energia) do robô.

DSCN1236Em 2016, a equipe conseguiu se classificar para o Campeonato Mundial, que ocorreu em Leipzig, Alemanha, no final de junho de 2016.

“O nosso objetivo é fazer com que a Judith consiga recepcionar as pessoas na FEI, fazer e oferecer cafezinhos aos visitantes e também conduzir um tour pelo campus, sempre pensando no conforto da pessoa que interage com ela. ”. Desejamos muita sorte para a equipe na RoboCup 2017.

 

 

 

 

10 May

Crescimento tecnológico gera vagas para profissionais de ciência da computação

Os profissionais de área procuram formação mais completa para acompanhar atualização do mercado de trabalho

Conhecido como T.I., o profissional de ciência da computação se tornou indispensável para empresas de qualquer setor, tanto no Brasil como no Mundo.  Só no Brasil o mercado emprega 1,3 milhões de profissionais, de acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação.

A taxa de empregabilidade é muito alta, são 50 mil vagas ainda esperando por profissionais. O Prof. Flavio Tonidandel, coordenador do curso de ciência da Computação do Centro Universitário FEI, explica o porquê isso acontece “O mundo corporativo está cada vez mais dependente da tecnologia e da computação. Além disso, em época de retração da economia, a busca por soluções computacionais, para redução de custo, cresce ainda mais, gerando postos de empregos nas áreas de T.I.”

Porém as empresas não procuram somente por profissionais que tenham conhecimento técnico, é necessária inovação. O mercado está carente de profissionais que pensem, juntamente com o conhecimento técnico, sempre a frente e consigam acompanhar o ritmo constante e rápido de atualização que o setor tem.

iStock_000007947394Large

Ter uma formação completa é a diferença entre entrar ou não no mercado de trabalho. Com uma grade curricular reformulada em 2015, o Centro Universitário segue o ritmo do mercado de perto, oferecendo aos alunos infraestrutura e a possibilidade de se manter no mesmo ritmo das grandes empresas.

“Temos projetos de desenvolvimento de tecnologia, programação e inovação, como a Maratona de Programação, Robótica, Interação Humano-Computador e Internet das Coisas, onde os alunos de graduação podem participar e aprimorar suas competências”, explica o Prof. Flavio “Estes projetos aproximam os programas científicos e tecnológicos de mestrado e doutorado do aluno de graduação ainda quando ele está em curso. O que faz com que tenha uma formação muito mais completa”

 O curso está com inscrições abertas para o processo seletivo do segundo semestre de 2016. Os interessados podem se inscrever pelo site da FEI: vestibular.fei.edu.br   

 

 

 

27 Nov

11 filmes que todo profissional de Ciência da Computação deveria assistir

O final de semana chegou e junto ao Departamento de Ciência da Computação, elaboramos uma lista com os 11 melhores filmes e documentários da área para você assistir:

A RedeA Rede – Angela Bennett é uma especialista em corrigir sistemas de informática, que se vê repentinamente envolvida em uma trama pelo fato de ter recebido um disquete que revela graves segredos. Para destruí-la ,um esquema é criado, com a finalidade de mudar seu nome e passado. Logo ela é conhecida na polícia como prostituta, viciada e ladra e provar quem é de verdade fica cada vez mais difícil.

O filme discute questões sobre o sigilo de identidade no mundo virtual e diversos princípios que hoje são utilizados nas guerras cibernéticas.

a-rede-social-posterA Rede Social – Em uma noite de outono em 2003, Mark Zuckerberg, analista de sistemas graduado em Harvard, se senta em seu computador e começa a trabalhar em uma nova ideia. Apenas seis anos e 500 milhões de amigos mais tarde, Zuckerberg se torna o mais jovem bilionário da história com o sucesso da rede social Facebook. O sucesso, no entanto, o leva a complicações em sua vida social e profissional.

Mostra uma visão do criador do Facebook, que permitirá uma reflexão sobre a velocidade em que as coisas ocorrem no mundo da internet.

a

O Jogo da Imitação – Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo britânico monta uma equipe que tem por objetivo quebrar o Enigma, o famoso código que os alemães usam para enviar mensagens aos submarinos. Um de seus integrantes é Alan Turing, um matemático de 27 anos estritamente lógico e focado no trabalho, que tem problemas de relacionamento com praticamente todos à sua volta. Não demora muito para que Turing, apesar de sua intransigência, lidere a equipe.

História de Alan Turing para decifrar o código criptografado dos alemães na 2ª Grande Guerra.

 

enemy-of-the-state1Inimigo do Estado – O congressista Phillip Hammersley é assassinado por um órgão do governo, logo após ter se declarado radicalmente contra uma lei que permitiria que qualquer pessoa poderia ser monitorada pelo governo. Mas o crime é filmado e o dono da gravação coloca a prova do crime na sacola de compras de Robert Clayton Dean (Will Smith). Sem ter a menor noção do que está acontecendo, Robert vai para casa com a gravação e sua vida se transforma em um verdadeiro inferno.

Trata de questões de privacidade e acesso do governo a qualquer tipo de dado.

Assistir-Quebra-de-Sigilo-Dublado-OnlineQuebra de Sigilo – O especialista em computação Martin Bishop chefia um grupo de hackers, incluindo um ex agente da CIA, um mago das invenções, um jovem gênio e um sonoplasta cego que são contratados para testar sistemas de segurança. Mas o passado de Bishop retorna para persegui-lo quando agentes do governo chantageiam o grupo para uma operação ilegal: encontrar uma misteriosa caixa preta que pode quebrar o sigilo de qualquer computador do mundo.

Trata da segurança eletrônica e suas consequências. Muitas pessoas consideram o filme como um clássico sobre hacking e pensamento hacking.

posterTRON – Kevin Flynn é um jovem engenheiro de softwares que trabalha na ENCOM. que sonha em fundar sua própria companhia, mas seus projetos são roubados por Ed Dillinger. Como resultado, Dillinger é promovido. Decidido a provar que foi roubado, Kevin resolve entrar no sistema da ENCOM e descobre que Dillinger criou Tron, um programa destinado a proteger o Programa de Controle Mestre, que gerencia todo o sistema da ENCOM.

Clássico filme que aborda os limites da interação homem e computador nos jogos digitais que começavam a tomar forma na época.

transcendence

Transcendence- O Dr. Will Caster é o mais famoso pesquisador sobre inteligência artificial da atualidade, mas ao mesmo tempo o tornou o inimigo número 1 dos extremistas que são contra o avanço da tecnologia e por isso mesmo tentam detê-lo a todo custo. Após uma tentativa de assassinato, Caster convence sua esposa Evelyn e seu melhor amigo Max Waters a testar seu novo invento nele mesmo.

Uma discussão sobre a vida e a vida artificial.

 

242683Ela

Theodore é um escritor solitário que acaba de comprar um novo sistema operacional para seu computador. Para a sua surpresa, ele acaba se apaixonando pela voz deste programa informático, dando início a uma relação amorosa entre ambos. Esta história de amor incomum explora a relação entre o homem contemporâneo e a tecnologia.

Tema forte sobre a computação e sua relação com o ser humano.

nteligncia ArtificialA.I. – Inteligência Artificial

Na metade do século XXI, o efeito estufa derreteu uma grande parte das calotas polares da Terra. Para controlar este desastre ambiental a humanidade conta com o auxílio de uma nova forma de computador independente, com inteligência artificial, conhecido como A.I. É neste contexto que vive o garoto David Swinton, que irá passar por uma jornada emocional inesquecível.

O uso da Inteligência Artificial em robótica e sua difícil adaptação à realidade humana emocional.

Ex MachinaEx_Machina: Instinto Artificial

Caleb, um jovem programador de computadores, ganha um concurso na empresa onde trabalha para passar uma semana na casa de Nathan Bateman, o brilhante e recluso presidente da companhia. Após sua chegada, Caleb percebe que foi o escolhido para participar de um teste com a última criação de Nathan: Ava, uma robô com inteligência artificial. Mas essa criatura se apresenta sofisticada e sedutora de uma forma que ninguém poderia prever, complicando a situação ao ponto que Caleb não sabe mais em quem confiar.

O ápice da Inteligência Artificial e a Robótica manipulando os seres humanos para alcançar seus objetivos.

Deep WebDeep Web

William Ross Ulbricht é um empresário de 30 anos que foi preso. Sob o pseudônimo de “Dread Pirate Roberts”, ele fomentou o mercado negro online de drogas. A família Ulbricht fala sobre o jovem que, com um pensamento empreendedor e de liderança, conseguiu atingir este mercado digitalmente.

Explora o crescimento de uma nova internet, descentralizada, encriptada, perigosa e fora da lei.

15 Jul

Equipes de Futebol de Robôs da FEI embarcam hoje para a RoboCup 2015

As equipes de Futebol de Robôs da FEI embarcam hoje para a China para competir na RoboCup 2015, competição internacional aberta a países de todo o mundo. Com dedicação média de 6 a 8 horas diárias ao projeto, os alunos se preparam para garantir que os robôs estejam em condições de jogo e apresentem bons resultados.

Os representantes da equipe Robô FEI categoria Humanoide Kids Size posam ao lado dos robôs que irão para a competição.

Os representantes da equipe Robô FEI categoria Humanoide Kids Size posam ao lado dos robôs que irão para a competição.

A seleção para a RoboCup é feita pela entidade organizadora do evento. As equipes interessadas em participar devem enviar um trabalho escrito e um vídeo que descreva o time, os robôs e a maneira como eles funcionam e através desse material são selecionados os 24 melhores times ao redor do mundo.

As duas equipes são compostas por alunos de graduação, mestrado e doutorado e representarão a FEI nas categorias: Humanoide Kids Size e Small Size.

Aluno do curso de graduação em Engenharia de Automação e Controle, Vinicius Nicasso conta que não fazia ideia de como os robôs funcionavam antes de entrar para a equipe e passou os quatro primeiros meses acompanhando o trabalho dos outros membros. “Montei muito robô errado, desmontei e remontei, mas continuo aprendendo e agora tenho essa oportunidade de ir para a China competir na RoboCup. ”.

Os membros da equipe Robê FEI Small Size ajustam os robôs antes da competição.

Os membros da equipe Robê FEI Small Size ajustam os robôs antes da competição.

A competição funciona como um jogo de futebol comum, onde dois times de robôs competem durante dois tempos de 10 minutos. O aluno de Mestrado em Engenharia Elétrica, Isac Jesus da Silva, explica que uma vez que o jogo começa, a equipe não pode mais interferir. “O robô deve ser completamente autônomo, eles têm que ser capazes de se levantar caso caiam, localizar a bola e marcar o gol. É um jogo lento, porque algo que para o ser humano é muito intuitivo, para o robô é muito difícil. ”.

“Atrás de qualquer bom resultado, existiu muito trabalho e tempo aplicados. Acho importante convidar alunos a participar da equipe que saibam que apesar de exigir muita dedicação, quando se atinge um objetivo é um sentimento muito gratificante. ”, completa o mestrando Claudio de Oliveira Vilão Junior.

Os robôs das duas categorias, Humanoide Kids Size e Small Size que competirão na RoboCup 2015 na China.

Os robôs das duas categorias, Humanoide Kids Size e Small Size que competirão na RoboCup 2015 na China.

Curta nossa página no Facebook

Twitter