09 abr

Professor da FEI lança livro sobre sociologia das organizações

Livro Professor FEI_Linkedin

Uma das inúmeras vantagens dos alunos do Centro Universitário FEI é poder contar com professores, mestres e doutores que têm grande experiência no mercado de trabalho, com diversas atuações em empresas conceituadas, dentro e fora do País. As fronteiras desses conhecimentos se cruzam em sala de aula, promovendo um intercâmbio de conhecimento cada vez mais unificado e crescente. Indo além, é também um privilégio poder contar com livros escritos por esses professores da Instituição, que além de servir como exemplo aos alunos, acabam se tornando referência nacional (e internacional) pela inovação, visão crítica e espírito empreendedor, que juntos resumem o objetivo da FEI na formação dos alunos: torná-los protagonistas do seu próprio aprendizado.

Há cerca de um mês, o Professor Pedro Jaime, do Departamento de Administração da FEI, e o Professor Fred Lúcio, da ESPM, escreveram a obra: Sociologia das Organizações: conceitos, casos e relatos. Apesar de ser uma especialidade bem desenvolvida em muitos países, entre eles Estados Unidos, França e Inglaterra, a sociologia das organizações ainda é pouco conhecida no Brasil. A área estuda os aspectos sociais que influenciam a dinâmica da organização, como também oferece maior entendimento sobre os desafios que se colocam à prática da gestão. Em um mundo cada vez mais globalizado e diverso, a especialidade pode ser ferramenta estratégica para a mediação de conflitos e, consequentemente, o estabelecimento de melhores relações sociais dentro das empresas.

blog 3

O livro estabelece a relação entre a teoria sociológica e o cotidiano organizacional, tornando-se um guia para executivos e gestores utilizarem no dia a dia das organizações. “De forma simples, a sociologia das organizações contribui para uma gestão humana, com mais empatia. O gestor será capaz de fazer a leitura do ambiente, tanto interno quanto externo à organização, e poderá intervir de forma mais qualificada para solucionar possíveis conflitos que estejam acontecendo entre a empresas e seus múltiplos públicos de interesse. Ele/a também entenderá melhor a dinâmica das relações entre os indivíduos e grupos que compõem a organização, sejam funcionários, gerentes, ou dirigentes”, explica o professor Pedro Jaime.

A obra é fruto da experiência docente de duas décadas dos professores em faculdades de administração e escolas de negócios. “Sentíamos falta de um material que trouxesse discussões desses temas com a complexidade que marca o pensamento nas Ciências Sociais, mas, ao mesmo tempo, numa linguagem acessível e atraente tanto para os alunos de ensino superior, como para profissionais que atuam no mundo empresarial”, destaca Jaime.

blog 1

O livro pode ser encontrado nas principais livrarias do País. Vale investir em conhecimento!

Até o próximo post!

16 mar

Desafios da Mulher no Mercado de Trabalho

Durante o mês de março, inúmeras ações e movimentos, além de homenagens, têm como objetivo nos levar à reflexão sobre a importância do papel da mulher em diversos âmbitos da sociedade.

Dos cursos da FEI, os mais populares como as Engenharias, classificadas como referência no País, também são conhecidas por ter, em sua maioria, público masculino. No entanto, esse cenário vem mudando a cada ano e, cada vez mais, encontramos candidatas, alunas e ex-alunas atuando fortemente nos setores industriais, muitas vezes como gestoras e em cargos de destaque.

Para reforçar essa realidade, três líderes da Scania, multinacional sueca do setor automotivo, apresentaram uma palestra no campus São Bernardo do Campo da FEI comentando suas percepções e principais desafios de trabalhar na indústria.

3

Na ordem: Aline Rovath, Carla Tetamante e Renata Herrera, palestrantes convidadas.

O interessante deste encontro foi ter um público bem dividido, entre alunos e alunas, reforçando um dos principais discursos das palestrantes: a igualdade.

Aline Rovath, formada em Engenharia Mecânica pela FEI, que atua como líder no setor de Sales e Marketing, abriu o tema da palestra destacando: “É importante que cada vez mais estejamos presentes em diversas posições, não apenas na liderança, mas em diversas esferas, mostrando o nosso conhecimento. ”

A Engenheira de Produção Renata Herrera, líder do setor de montagem na empresa sueca, reforçou a importância de ser feliz nas escolhas profissionais e, principalmente, fazer o que gosta. Dessa forma, segundo Herrera, alcançar os objetivos se torna mais prazeroso, mesmo diante dos desafios, conectando-se também às ideias apresentadas por Carla Tetamante, economista e gestora no setor de compras, que por sua vez acredita que há espaço para todos, homens e mulheres, pois é preciso viver e buscar as próprias expectativas.

Veja no vídeo abaixo mais depoimentos deste encontro inspirador:

O Centro Universitário FEI parabeniza a todas as mulheres neste mês de março. Até o próximo post 😉

09 mar

Impactos da Digitalização e Indústria 4.0

IPEI in Foco

Com o propósito de manter os alunos do Centro Universitário FEI alinhados às demandas e megatendências do mercado, mais uma edição do IPEI in Foco, ciclo de palestras sobre inovação, foi realizado na última quarta-feira, 7 de março.

Na ocasião, dois grandes líderes da Atlas Schindler, formados em Engenharia pela FEI, conduziram uma palestra sobre os Impactos da Digitalização nos processos e na vida de um Engenheiro. Na verdade, mais que o título, sabe-se que a Digitalização, Internet da Coisas e Indústria 4.0, já têm transformado toda a sociedade e seus hábitos. E as mudanças vão continuar. O mundo tende a se tornar um lugar cada vez mais conectado.

2

Fabio Mezzarani, Head de Operações para Américas da Schindler, comenta: “No dia a dia a gente já interage bastante através dos Smartphones e Computadores. Mas os eletrodomésticos, equipamentos industriais, elevadores e escadas rolantes, tudo isso estará conectado. Então, é um mundo totalmente integrado onde teremos mais flexibilidade e transparência nas atividades em geral”.

Conectada à esta realidade também está a formação dos alunos FEIanos, haja vista que, de acordo com a Plataforma de Inovação, um dos objetivos da Instituição é formar profissionais que serão protagonistas das mudanças do futuro. De acordo com Flávio Silva, presidente da Atlas Schindler, o estudante hoje tem que ser estudante sempre, para acompanhar e fazer parte dessas mudanças. “O estudante deve continuar nessa vertente de resiliência, de se adaptar às condições socioeconômicas que o mercado vai oferecer”, completa o executivo.

Assista no vídeo abaixo a entrevista completa feita durante o evento:

Até o próximo post 😉

02 mar

FEI Portas Abertas 2018 já tem data: 19/05

Arte para Blog

Você está conectado às novas tecnologias e tendências do futuro? Está preparado para fazer parte desse mundo de inovação? Robôs, Indústria 4.0, Carros Elétricos e Autônomos, Internet das Coisas e Realidade Virtual fazem parte deste cenário hiperconectado. No FEI Portas Abertas você poderá conhecer na prática como este universo mudará a sua vida!

Visitar e conhecer a infraestrutura de uma faculdade é uma das fases mais importantes para alunos do ensino médio, que navegam em um mar de dúvidas sobre qual curso universitário escolher, bem como qual instituição de ensino cursar.

O Centro Universitário FEI, uma das melhores instituições de ensino do País, promove anualmente o evento FEI Portas Abertas, que tem como objetivo receber estudantes e visitantes em geral para apresentar toda sua estrutura tecnológica, projetos de alunos, palestras sobre tendências e muito mais. Esse encontro é marcado por mais de 100 atividades, distribuídas por todo o campus, que de forma divertida já integram o visitante à realidade vivida pelos alunos da Instituição.

Foto Arquivo

Neste link você pode conferir mais detalhes da edição 2017 do FEI Portas Abertas. No vídeo abaixo, os melhores momentos e depoimentos também estão registrados, assista:

Então, convide os amigos e programe-se para participar desse grande evento. Mais informações de como se inscrever serão publicadas em breve 😉

22 fev

Tecnologia da informação segue em alta no País

De acordo com último estudo do setor, a área movimentou mais de US$ 30 bilhões de dólares no Brasil. 

2 TI

De acordo com os dados mais recentes da Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) em parceria com a International Data Corporation (IDC), o setor de Tecnologia da Informação movimentou mais de US$ 39 bilhões de dólares, em 2016. O montante representa 2,1% do PIB brasileiro, fazendo com que o País ocupe o primeiro lugar no ranking de investimentos no setor na América Latina.  Apesar de estar em alta não só no Brasil como no mundo todo, ainda há muitas dúvidas sobre a atuação na área. Pensando nisso, convidamos o professor coordenador do MBA em Gestão de Tecnologia da Informação do Centro Universitário FEI, William Francini, para esclarecer as principais questões e trazer informações sobre a área. Confira!

O que é Gestão de Tecnologia da Informação?

Basicamente, é a capacidade de administrar equipes e projetos com foco em um conjunto de atividades que gerenciam a informação através de recursos computacionais. O setor se divide em três áreas de atuação: infraestrutura, software e banco de dados. “Podem ter mais subdivisões e a figura de um gerente capaz de administrar todas as etapas se faz extremamente necessária”, afirma o professor William Francini.

Qual a importância de se pensar e trabalhar a TI?

A Tecnologia da Informação tem participação crescente em todas as áreas do conhecimento. Jornalismo, Letras, Medicina, Engenharia, Gestão, Marketing e Comunicação são alguns exemplos de áreas que fazem uso intensivo de TI. “Todo profissional, de qualquer área, pode se beneficiar ao fazer uso inteligente de recursos tecnológicos e de seu tempo. A combinação de competências gera novas soluções e abre novas oportunidades – de negócios, de trabalho e de projetos”, explica o docente da FEI.

1 TI

Onde poderá atuar o profissional especializado em gestão de Tecnologia da Informação?

“Este profissional pode atuar de inúmeras formas. Pode ser um empreendedor, e criar seu próprio negócio – sendo este o trabalho de conclusão do MBA em Gestão de TI da FEI. Na FEI, a ideia é gerar um projeto de negócio ou empresa de base tecnológica (EBT)”, destaca Francini. Por outro lado, o profissional poderá ser um(a) executivo(a) com visão empreendedora e estratégica, com influência na estratégia empresarial e de inovação das empresas. Pode também ser um intraempreendedor, isto é, um executivo que gera novos projetos inovativos para empresa na qual trabalha. “Além, é claro, de poder assumir as principais posições profissionais de TI nas organizações”, destaca o professor.

Professor William

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação

Atento às exigências do mercado, o Centro Universitário FEI está com inscrições abertas para o MBA em Gestão de Tecnologia da Informação no campus São Paulo. O curso foi desenvolvido por profissionais de TI com ampla experiência executiva em parceria com os professores do programa de pós-graduação em Administração da FEI e conta com parceria tecnológica da IBM. O programa foca em desenvolvimento da capacidade de tomada de decisão, resolução de problemas mal estruturados e imprecisos e visão empreendedora, associados aos conceitos da Ciência de Serviços.  As aulas são dinâmicas e contam com mapas conceituais, jogos de empresas, simuladores, além de leitura de artigos de negócios e acadêmicos e uso intensivo de tecnologias de informação como ferramentas de apoio. O público-alvo é formado por bacharéis em Administração, Ciências da Computação e Engenharias, dentre outras formações. As inscrições vão até 27 de abril e as aulas estão previstas para maio.

ti 3

Serviço – MBA em Gestão de Tecnologia da Informação – Centro Universitário FEI

Inscrições: Até 28/04

Site:   www.fei.edu.br

Contato: Secretaria do campus São Paulo: (11) 3274-5200 e iecatsp@fei.edu.br.

Curta nossa página no Facebook

Twitter