05 out

Engenharia FEI: uma vitória rumo aos EUA!

Alunos de Engenharia FEI vencem competição de Materiais Compósitos e representarão o Brasil nos Estados Unidos, em 2018.

materiais 2

As atividades extracurriculares do Centro Universitário FEI, como projetos institucionais, sempre trazem bons resultados aos alunos e professores. Na grande maioria dos casos, aplicar os conceitos na prática leva os estudantes ao desafio de criar soluções e pesquisas para áreas que, geralmente, ainda não foram ministradas no presente ciclo de suas graduações, além de colocá-los em contato com o mercado de trabalho.

A equipe SAMPE-FEI, formada por alunos de Engenharia de Materiais e Mecânica da FEI, é mais uma das diversas equipes da Instituição que participou de um campeonato e se destacou como grandes vencedores.

SAMPE

          Alunos de Engenharia com o prêmio do Desafio Acadêmico da Ponte 2017

O Desafio Acadêmico da Ponte, competição internacional chamada “Student Bridge Contest”, foi organizado pela Sociedade para o Avanço de Materiais e Engenharia de Processo (SAMPE), com o objetivo de promover a alunos de diversos cursos de tecnologia uma experiência real de projeto de uma estrutura de material compósito, obedecendo regras e especificações pré-estabelecidas. As provas aconteceram em São José dos Campos/SP durante a primeira semana de outubro.

As equipes precisaram projetar e construir uma ponte/viga que suportasse uma determinada carga. O critério de avaliação consistiu em classificar a ponte mais leve que atendesse a carga do projeto. Diversas categorias foram disputadas, como Viga em L e Viga Quadrada variando as fibras (carbono, vidro e natural).

Com muito esforço e dedicação dos nossos alunos, mais uma vez, o prêmio ficou para a equipe FEI! Por somar mais pontos em toda a prova, os estudantes da Instituição foram classificados para representar o Brasil nos Estados Unidos, na etapa internacional da competição, em 2018.

A equipe SAMPE-FEI já possui um histórico de troféus no Desafio Acadêmico da Ponte. Das 4 edições realizadas, três delas tiveram alunos FEIANOS no pódio, sendo uma vez em 2º lugar.

Se inspirou? Realize o novo com a FEI: as inscrições para o Vestibular 2018 estão abertas. CLIQUE AQUI e inscreva-se agora mesmo.

Vestibular

22 set

FEI se destaca na Avaliação Folha RUF 2017

Após a excelente avaliação da FEI no Guia do Estudante, conquistando 51 estrelas como mostramos aqui, agora é a vez de um novo destaque: a Avaliação Folha RUF 2017!

ruf_linkedin

Criada em 2012 e sempre publicada no mês de setembro, a avaliação é organizada pela Folha de São Paulo, um dos maiores jornais do País, que analisa instituições de ensino e seus cursos espalhados por todo o Brasil.

Dos 7 cursos da FEI avaliados, 5 ocupam os primeiros lugares entre as melhores instituições de ensino particulares do País. São eles:

Engenharia Civil – 5º

Ciência da Computação – 5º

Engenharia Elétrica – 2º

Engenharia Mecânica – 1º

Engenharia de Produção – 1º

Engenharia Química – 1º

Entre os melhores cursos do ABC Paulista, a FEI se destacou com Administração, Ciência da Computação, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção e Engenharia Química.

Parabéns aos alunos, professores e colaboradores, responsáveis pelo sucesso da Instituição!

E você? Está pronto para realizar o novo com a FEI? As inscrições para o Vestibular 2018 estão abertas, é só clicar aqui e se inscrever!

1

19 set

Conheça a Equipe Concreto FEI

A noite cai e o trabalho é intenso dentro do Prédio F do Centro Universitário FEI. Ao entrar pela porta que dá acesso a um dos laboratórios, o cenário é interessante: um grande grupo de alunos se prepara, com jalecos, materiais e diversas folhas em cima da mesa, para mais um dia de atividades. Os maquinários do local estão prontos para utilização e desenvolvimento prático das pesquisas realizadas por estes estudantes. Aqui estamos, no Laboratório de Engenharia Civil, conferindo de perto o trabalho da premiada Equipe Concreto FEI!

Concreto 1

Os projetos institucionais da FEI, referência entre as faculdades, permitem aos estudantes evoluírem seus conhecimentos, indo além do conteúdo teórico que é ensinado em sala de aula. Trabalhar em equipe, assumir responsabilidades e participar de competições com avaliações rigorosas, fazem com que estes jovens estejam mais preparados para o mercado de trabalho.

“Eu aconselharia a qualquer aluno que tenha interesse em se preparar para o mercado de trabalho, a entrar em um grupo de pesquisa como o nosso”, comenta Bruno Innocenti, aluno de Engenharia Civil e membro da equipe Concreto FEI, que desenvolve pesquisas de concreto de alto desempenho, com o objetivo de oferecer novas tecnologias ao mercado de trabalho.

Concreto 2

O Concreto FEI conta com 14 participantes, distribuídos em diferentes ciclos do curso de Engenharia da FEI. Para participar dos campeonatos e ser reconhecida como uma das melhores equipes do País, os alunos precisam estudar livros que vão do 1º ciclo ao 10º ciclo, adquirindo, assim, um conhecimento único, além de um ótimo networking para suas vidas profissionais.

“Conforme vai passando o tempo você percebe que tem muito ainda a aprender. Você se torna mais humilde. E também passa a encarar os desafios com muito mais gana! ”, completa Bruno.

Diferente do que muitas pessoas pensam, o projeto não é voltado somente para alunos da Engenharia Civil. Qualquer estudante da FEI, mesmo de outras Engenharias e até mesmo Administração, podem participar. A equipe apoia ter diferentes pessoas com diferentes habilidades, para uma maior cooperação nos projetos e trabalhos realizados.

Assista o vídeo e conheça mais sobre o projeto Concreto FEI

Gostou de conhecer mais sobre a equipe? Realize o novo você também! As inscrições para o Vestibular FEI 2018 já estão abertas, não perca tempo e inscreva-se agora mesmo clicando aqui!

28 jun

FEI Portas Abertas promove uma imersão universitária para alunos do Ensino Médio

Portas

“A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo”  – Peter Drucker – Escritor, professor e consultor austríaco.

O período de transição entre o ensino médio e a graduação é muito impactante na vida dos adolescentes. Além do compromisso com os estudos para uma boa colocação no vestibular, escolher o curso e a área de formação profissional traz à tona uma diversidade de dúvidas e questionamentos.

Como é a rotina em uma faculdade? Qual o tipo de atividade vou desenvolver em laboratórios? Como escolher a faculdade certa com tantas instituições disponíveis no mercado?

Pensando nisto, o Centro Universitário FEI promove todo ano o evento FEI PORTAS ABERTAS, que tem como principal objetivo receber alunos, professores e escolas do ensino médio, além de visitantes em geral, para conhecerem toda a infraestrutura da Instituição através de mais de 100 atividades, como: workshops, experiências em laboratórios, oficinas, pesquisas e projetos dos cursos de Engenharia, Administração e Ciência da Computação.

portas2

Como o próprio nome sugere, as portas estão literalmente abertas ao público. Os visitantes são recebidos na entrada e, divididos por grupos, são guiados por monitores, estes formados por alunos e professores da FEI, que os guiam por todo o campus apresentando cada dependência e suas características, espaços destinados a cursos e pesquisas.

Uma das principais novidades da última edição, realizada em 13 de maio de 2017, foi o desafio FEI Escape: uma sala cheia de enigmas onde o grupo precisa decifrar códigos e pistas complexas, dentro de um tempo especificado, para sair do ambiente. Esse jogo foi projetado pelo Departamento de Ciência da Computação, junto de alunos da graduação e pós-graduação.

escape 2Escape

Para os interessados em Engenharia, diversos projetos criativos proporcionam o conhecimento e acesso a um mundo de ideias, apresentando na prática os desafios que fazem parte da rotina dos alunos da FEI, como: Fórmula FEI, um veículo tipo fórmula que participa de competições; FEI Baja, um veículo off-road projetado e desenvolvido por alunos para as competições nacionais e internacionais do BAJA SAE; AeroDesign, que desenvolve o aluno no ramo aeronáutico, entre outros.

Foto Mec JPEG

Além disso, os visitantes passam também por laboratórios de Engenharia de Materiais, Química, Civil, Têxtil, Automação e Controle, Produção e Elétrica. Durante toda a visita, o contato com alunos e professores da Instituição permite aos jovens conhecerem um pouco do dia a dia de um estudante universitário, rotina que muito em breve será realidade também para eles.

Outros

Para os interessados na área de Administração de Empresas e Gestão, workshops e oficinas são oferecidos com detalhes do plano pedagógico e visão de futuro da FEI. É importante destacar a necessidade de trabalhar a visão crítica e o espírito de empreendedorismo já no primeiro ano da graduação, alinhado ao conhecimento teórico necessário.

“A experiência foi sensacional. Até poucos dias atrás, eu estava em busca de uma Federal (…). Entretanto, a estrutura da FEI, professores e ambiente, me fizeram ficar em dúvida. Obrigado por nos receber e abrir suas portas para nós, jovens”. Comenta Caio Rodrigues Vieira, visitante do evento.

Um outro grande influenciador para alunos do ensino médio é o próprio professor que convive diariamente com esses jovens e, de certa forma, os conduzem até a porta do vestibular. Para estes profissionais, além da visita normal ao evento, há um diferencial. O FEI Portas Abertas promove palestras exclusivas para o corpo docente das escolas, apresentando a importância da orientação e, principalmente, visão de futuro. Como bons formadores de opinião, é importante entender a missão e objetivo nos quais a FEI está inserida: formar profissionais do futuro.

Ciencia

A 9ª edição do FEI Portas Abertas teve recorde de público recebendo mais de 4.500 pessoas. Sempre à frente, a expectativa para 2018 é ampliar ainda mais este público e as atividades.

Confira no vídeo como foi o Portas Abertas 2017.

Veja as fotos do evento neste link

14 jun

TFCMAT – Trabalho de Final de Curso de Engenharia de Materiais

Alunos do curso de Engenharia de Materiais apresentaram seus Trabalhos de Final de Curso no dia 8 de junho.

TCFMAT Blog

Foram 4 apresentações, divididas entre manhã e tarde, no auditório do IECAT no prédio T com diferentes temas abordados. Os trabalhos foram orientados por professores que assistiram as apresentações junto de alunos, ex-alunos, convidados e avaliadores.

Confira os projetos apresentados:

– Reprocessamento do PP copolímero heterofásico através de 6 ciclos de injeção

Autora: Flávia dos Santos F. Ferreira Netto | Orientadora: Profª. Drª. Adriana M. Catelli de Souza

TFCMAT (37)

Flávia dos Santos durante apresentação do Trabalho Final.

Sobre o projeto: uma das maiores preocupações da atualidade é a sustentabilidade do planeta e como descartar de maneira correta os rejeitos, até mesmo reaproveitando-os, inserindo-os novamente na sociedade. Este trabalho tem por objetivo verificar os efeitos sobre as propriedades mecânicas e reológicas do polipropileno copolímero heterofásico após 6 ciclos de injeção. Além de analisar possíveis mudanças estruturais bem como a degradação do material.

– Efeitos da radiação ionizante proveniente de raios-X e feixe de prótons nas propriedades de semicondutores

Autora: Mariana Bortoletto Paschoal | Orientadora: Proª. Drª. Marcilei Ap. Guazzelli da Silveira

TFCMAT (89)

Mariana Bortoletto durante apresentação do Trabalho Final

Sobre o projeto: neste trabalho foi realizado um estudo sobre as propriedades físicas dos materiais que compõem um dispositivo eletrônico, especificamente um transistor com estrutura Metal-Óxido-Semicondutor de Efeito de Campo, a partir de parâmetros elétricos obtidos pelos efeitos causados pelo bombardeamento de prótons e irradiação por raios-X.

– Relações entre a curva tensão-deformação cíclica e vida em fadiga de aço ARBL bifásico

Autora: Verônica Montes | Orientador: Prof. MSc. William Naville

TFCMAT (135)

Verônica Montes durante a apresentação do Trabalho Final

Sobre o projeto: este trabalho apresenta a obtenção de curvas tensão-deformação cíclica e a estimativa da vida em fadiga de um aço bifásico sem a necessidade de ensaios completos de fadiga, analisando a viabilidade desse método em comparação com um trabalho anteriormente realizado.

– Estudo da Influência da Formação de Fases Intermétálicas na Temperatura Crítica de Pite do Aço UNS S31803 em solução 0,6m NaCI

Autor: Daniel Augusto Abed de Andrade | Orientadora: Profª. Drª. Daniella Caluscio dos Santos

TFCMAT (182)

Daniel Augusto durante apresentação do Trabalho Final

Sobre o projeto: com o propósito de verificar a influência de fases intermediárias na CPT, este trabalho tem como objetivo estudar a influência da formação de fases intermetálicas na CPT do aço UNS S31803 envelhecido a 850ºC em solução 0,6M NaCI.

O Blog da FEI deseja muito sucesso aos novos Engenheiros!

Veja também como foi a ExpoMecAut e ExpoMecPlena

 

 

Curta nossa página no Facebook

Twitter