14 dez

FEI no 7º Simpósio SAE de Híbridos e Elétricos.

O Salão do Automóvel, principal evento automobilístico do Brasil, sediou no dia 13 de novembro o 7º Simpósio SAE (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade) de Veículos Híbridos e Elétricos, e com certeza, o Centro Universitário FEI marcou presença, muito bem representado pelo Professor Fábio Delatore, responsável pelo veículo elétrico do projeto Fórmula FEI.

Nosso docente recebeu um convite da comissão de Veículos Híbridos e Elétricos da SAE, para que participasse de uma discussão muito produtiva dentro do painel MotorSports, junto à outras duas equipes e o piloto brasileiro campeão da Fórmula E, Lucas Di Grassi, sobre como o projeto Fórmula Elétrico contribui para a formação dos alunos e preparação para inserção deles no mercado de trabalho do segmento.

Questionado sobre os caminhos que o projeto abre para os alunos, Delatore relata que sua equipe: “opta por trabalhar no Fórmula com as mesmas tecnologias que são utilizadas em muitas das principais categorias de automobilismo. Então, o aluno se forma com um amplo engajamento nas diferentes frentes que um automóvel necessita para um bom funcionamento”.  Ainda, segundo ele: “os alunos que participam e gerenciam esse tipo de atividade, têm sido amplamente aproveitados por diversas categorias de MotorSports e montadoras.”.

46233669_1885681901499850_1947258745176195072_n

O Piloto Lucas Di Grassi em rápida entrevista, reafirmou a importância das universidades para o desenvolvimento de novos estudos e projetos, e crescimento do mercado no país: “Sem dúvida, é muito importante gerar esse conhecimento local, gerar essa capacidade de desenvolvimento tecnológico nacional. Então, a base disso é a educação, são as universidades. Para esse mercado novo e tecnologia nova, que vai se expandir tanto, eu acho que precisamos criar um ecossistema de indústria nacional forte, e esse é o papel das universidades. No que eu puder ajudar e desenvolver dentro desse segmento no país, acho que poderemos ter um retorno imensurável para o futuro. ”

46137169_1885681931499847_7075661232329457664_n

A participação do Centro Universitário FEI em eventos como o Simpósio SAE, que promovem o debate e interação de empresas voltadas ao desenvolvimento de projetos que, terão desempenho fundamental na sociedade, reforça a importância da Instituição e seu posicionamento no mercado atual. Significa que estamos desenvolvendo jovens inovadores e criativos, capazes de visualizar e projetar um futuro brilhante, do qual serão protagonistas das principais mudanças que se descortinam para os próximos anos.

Confira no vídeo abaixo, nossa matéria sobre a participação da FEI no 7º Simpósio SAE:

14 dez

Oficinas de Capacitação para Criatividade e Inovação

Atento às novas tecnologias e tendências para o futuro, o Centro Universitário FEI promoveu a um grupo de alunos que participam ativamente da atividades acadêmicas e representações estudantis, nos últimos dias 6 e 7, 10 e 11 de dezembro, no campus São Bernardo do Campo/SP, as Oficinas de Inovação e Criatividade, que contemplam a Plataforma de Inovação da FEI, com o apoio de diversos docentes e mentores, que conduziram as dinâmicas e debates com maestria e muita qualidade. O intuito das oficinas é promover uma transformação institucional e preparar os alunos a serem aptos a formular soluções capazes de resolver os grandes desafios do futuro, e torná-los grandes influenciadores, transmitindo esse espírito inovador aos colegas.

IMG_1

Os encontros foram extremamente provocativos no sentido de estimular nos participantes à criatividade, a capacidade para inovar e quebrar paradigmas, além de capacitá-los a serem solucionadores de problemas mal estruturados, de modo que possam protagonizar e desempenhar papéis e funções extremamente importantes no ambiente pessoal e profissional, a fim de contribuir para o desenvolvimento da humanidade, construindo novas ideias e projetos inovadores.

Durante dois dias, as turmas tiveram a oportunidade de conhecer e experimentar técnicas que otimizam as visões em grupo, métodos de criatividade (Brainstorming, Sinética, Morfologia) e suas variações. Muita comunicação e dinâmica, positividade e estímulo perduraram os encontros.

IMG_3

O Engenheiro Mecânico, Professor e Coordenador da Plataforma de Inovação da FEI, Gustavo Donato, mostrou-se bastante satisfeito com os resultados, e desempenho dos alunos durante e após os encontros: “Momentos excelentes, os alunos em dois dias evoluíram muito. Se abrem e enxergam muito mais possibilidades, aguçam a criatividade, que muitos têm, mas acabam exercitando. Isso nos energiza muito como professores. Nós aprendemos muito com eles, e principalmente ficamos muito felizes com a evolução que obtivemos. ”

IMG_2

A aluna de Engenharia de Produção, Danielle de Oliveira, apresentou ao final do último dia de capacitação, suas considerações acerca das competências desenvolvidas: “A criatividade não pode ter barreiras. Devemos sempre buscar a inovação, quebrar as perspectivas criadas pela sociedade, como por exemplo: um carro com rodas. Por que não um carro sem rodas? Você pode ter benefícios em uma ideia como essa. Isso é quebrar paradigmas.” A futura engenheira ressaltou a importância do trabalho em equipe para o processo de inovação: “ O curso de inovação proposto pela FEI me ajudou em muitos aspectos, principalmente na atividade em grupo. Fizemos muitas dinâmicas e podemos perceber o quão importante é trabalhar em equipe”, finalizou Danielle.

Ao término das oficinas, foi possível visualizar a satisfação de terem sido contemplados com tamanho conhecimento e aprendizado, a capacidade de vislumbrar uma realidade imaginária que transpõe a fronteira do hoje e bloqueio da criatividade. De fato, todas as pessoas são criativas. Amplificar nosso entendimento e aceitação ao que é novo, e a maneira que criamos e trabalhamos nossa identidade visionária, são fatores determinantes para a criatividade seja desencadeada. O Centro Universitário FEI demonstra estar cada vez mais engajado e disposto a formar e desenvolver profissionais capazes de participar da construção de um futuro de muito bem-estar e qualidade de vida para nossa sociedade.

IMG_9098

Confira no vídeo abaixo, os depoimentos na íntegra e um breve resumo sobre como foram os encontros:

03 dez

Lançamento Fórmula FEI 2019

O Centro Universitário FEI, promoveu no dia 13 de dezembro, o tão esperado e inédito evento de lançamento dos carros da Equipe Fórmula FEI, Elétrico e Combustão, para a temporada 2019. Uma noite muito especial e oportuna para reunir familiares, amigos e patrocinadores, que de certa forma contribuíram para o desenvolvimento do projeto.

44256594030_e87422647a_k

Antes da revelação dos veículos, o reitor do Centro Universitário FEI, professor Fábio do Prado, proferiu algumas palavras de incentivo à equipe, seguido do coordenador do curso de Engenharia Mecânica, Marko Ackermann, e por último, o professor de Engenharia Elétrica e responsável pelo projeto, Fábio Delatore, que se aprofundou na essência do projeto e apresentou suas expectativas para 2019.

O capitão da equipe e aluno, João Bruno Palermo, foi o responsável por apresentar toda a parte estrutural e técnica que os novos Fórmula contemplarão para a próxima temporada. O novo Fórmula Combustão contém um chassi reforçado em fibras de carbono do tipo monocoque, que torna o veículo mais leve e aderente, feito inédito na categoria, tornando-o o único carro brasileiro a possuir essa tecnologia. O Elétrico possui um pacote dinâmico e sistema de gerenciamento de energia, que as outras equipes da categoria ainda não possuem. Ambos os veículos são leves, capacitados para atingir ótimas velocidades e melhor desempenho em curvas.

31133786497_9961d53b82_k

 

Logo após, uma retrospectiva da Equipe Fórmula FEI, apresentada pelo Professor de Engenharia Mecânica Roberto Bertolussi, foi exibida, detalhando toda a evolução do projeto e momentos vivenciados desde seu início em 2004. Segundo ele, “todos os projetos estudantis têm a função de desenvolver no aluno, competências que a sala de aula não é capaz de fornecer”. Bertolussi ainda cita o papel que a FEI exerce em função da atividade: “A FEI sempre deu apoio para os projetos e desenvolve muito os alunos que passaram por essa experiência”.

Para a tão esperada apresentação dos carros, uma contagem regressiva iniciou-se, e aos últimos segundos, uma cortina de fumaça gerada por uma máquina foi produzida, para enfim, revelar os veículos da próxima temporada.

45348346054_763fc0c596_k

Vale destacar a preocupação e comprometimento que o Centro Universitário FEI garante aos seus alunos e docentes. O projeto Fórmula FEI auxilia os alunos a desenvolverem competências pessoas, incentiva o trabalho em equipe, promove a multidisciplinaridade e polivalência, garantindo que os membros estejam preparados para seguir carreira em diversas áreas e segmentos Motorsport, além de montadoras.

No Youtube, disponibilizamos o vídeo realizado durante a cobertura do evento. Confira em nosso canal:

24 jul

Engenheira FEIana é peça-chave na BMW do Brasil

Orgulho FEI_BMW

O sucesso de alunos do Centro Universitário FEI é sempre motivo de orgulho e fonte de inspiração para outros estudantes, professores e funcionários da Instituição. Hoje, apresentamos neste post a Engenheira Mecânica Gleide Souza, formada pela FEI, que tem recebido destaque por suas contribuições ao País, nos avanços das regulamentações e investimento para carros autônomos.

Gleide possui um rico histórico profissional e de conquistas. Foi contratada pela BMW em 2007 com a missão de manter um bom relacionamento com fornecedores do mundo todo, além de coordenar compras internacionais. Após 5 anos, o seu desafio era encontrar um local para a empresa alemã fabricar seus carros no País, frente às adversidades burocráticas, de impostos e legislações. E o êxito dessa árdua missão fez nascer a fábrica da BMW na cidade de Araquari, em Santa Catarina e rendeu um novo direcionamento profissional à Gleide: ela se tornou Diretora de Relações Governamentais da BMW no Brasil.

E os avanços não param!

Agora, em 2018, a BMW deu início à produção do primeiro carro semiautônomo do Brasil. O modelo é o utilitário-esportivo X3 M40i, versão mais equipada do xDrive30i X Line.

2018-bmw-x3-m40i-4

Para a FEI, é uma honra fazer parte da história profissional de Gleide Souza. Leia toda a trajetória da Engenheira FEIana neste link.

22 jun

Apresentações de TCCs marcam fim de semestre na FEI

3

O final de semestre é muito expressivo para os estudantes da FEI. Além das provas P2 e P3, os alunos que estão concluindo o curso têm mais um desafio em mãos: o famoso TCC. O Trabalho de Conclusão de Curso é muito aguardado, afinal, a maioria dos grupos começa a desenvolver os seus projetos cerca de um ano antes, passando por todos os detalhes de planejamento, cálculos, viabilização e patrocínios.

Dentre todas as ideias, um detalhe em comum: inovação. O Centro Universitário FEI, Instituição tradicional que visa formar profissionais qualificados, incentiva sempre seus alunos a criarem soluções que trazem benefícios mútuos à sociedade, garantindo assim uma melhor qualidade de vida a todos. Um dos cursos mais tradicionais da Instituição, Engenharia Mecânica, promove duas noites de apresentações dos Projetos de Conclusão de Curso, com a presença de diversos profissionais do setor. Acesse este link e veja como foram as ExpoMecAut e ExpoMecPlena.

Para Engenharias de Materiais, área muito importante e totalmente integrada com as outras Engenharias, os projetos individuais dos alunos também são apresentados em um auditório. Veja destaques no vídeo abaixo:

Quando falamos em inovação e visão de futuro, encontramos com a Feira de Empreendedorismo, organizada pelo curso de Administração do campus São Paulo. Muito se engana quem pensa que só encontra teoria neste curso. Na verdade, as transformações tecnológicas acabaram se tornando grandes aliados de qualquer área do conhecimento.

E, claro, para fechar todo esse ciclo, o INOVA FEI, evento que reúne os TCC’s dos alunos de Engenharias Civil, Química, Têxtil, Produção, Automação e Controle, Elétrica e também do curso de Ciência da Computação. No vídeo abaixo, você pode conferir os destaques das apresentações.

Agora formados, esses novos Engenheiros e profissionais da Tecnologia da Informação, têm o desafio de continuar criando e transformando. Um dos diversos objetivos da Plataforma de Inovação da FEI, justamente, é colocar o aluno como protagonista de seu próprio aprendizado. As tendências e mudanças dos próximos anos já estão por aí, aguardando que estes profissionais as conduzam da melhor forma, rumo ao sucesso e evolução do País. Para isso, a busca por conhecimento não deve cessar.

Muito sucesso a todos e até o próximo post 😉

Curta nossa página no Facebook

Twitter