23 out

Megatendências para 2050 no Congresso de Inovação FEI

Evento realizado na FEI reuniu grande líderes da indústria para debates sobre o futuro.

Congresso 2

Cada vez mais o Centro Universitário FEI se preocupa em levar seus estudantes, especialmente os recém-chegados à Instituição, para o mercado de trabalho. Mais que isso, é importante que a capacitação a esses jovens seja qualificada e moldada de acordo com as mudanças da nossa sociedade, sobretudo as tendências de futuro.

Mas, como saber o que será tendência dentro de alguns anos? A resposta para esse desafio não é fácil. Pensando nisso a FEI promoveu a 2ª edição do Congresso de Inovação, entre os dias 9 e 11 de outubro. O evento, criado em 2016, tem como proposta discutir as megatendências para 2050 e, segundo elas, como um estudante FEIano deve se preparar para o mercado de trabalho.

cong 4

Para reforçar a importância do Congresso e aumentar a consistência do conteúdo trabalhado durante o encontro, os palestrantes convidados têm currículos de extrema importância na indústria, sendo em sua maioria presidentes, vice-presidentes, líderes do governo e academia, todos reunidos no campus São Bernardo do Campo da FEI, em contato direto com os alunos. Alguns painéis foram moderados por jornalistas influentes, como por exemplo, Carlos Tramontina, apresentador da TV Globo.

cong tramontina

O tema da edição 2017 foi “A Cidade e o Campo Inteligentes para uma melhor qualidade de vida”. Os palestrantes trouxeram importantes estudos que mostram, por exemplo, como as cidades estarão em 2050 e quais as tendências de comportamento, demanda e necessidades que precisarão de solução rápida dos profissionais do futuro, que hoje ocupam as salas de aula da FEI. A atividade no campo também foi discutida, pois a indústria agropecuária tem crescido cada vez mais, tornando inevitável uma integração com a cidade. Juntos, cidade e campo, para aonde tudo caminhará nas próximas décadas? Essa foi mais uma das inúmeras perguntas que passaram pelo palco do Congresso, abrindo um diálogo enriquecedor para todos.

No vídeo abaixo, o vice-presidente da Bayer do Brasil, Christian Lohbauer, comenta sobre as oportunidades de crescimento no agronegócio. Confira:

O Congresso de Inovação foi transmitido ao vivo na internet, durante os três dias. Dessa forma, toda a comunidade externa à FEI, incluindo ex-alunos, parceiros e público em geral, pôde acompanhar os debates e, também, fazer perguntas ao vivo através do Grupo Oficial no Facebook. Em breve os vídeos estarão disponíveis no site do Congresso.

Ao término do evento, um importante detalhe foi adicionado aos participantes: todos saíram com muito mais perguntas do que respostas. Esse é o objetivo do Congresso de Inovação FEI, provocar os estudantes e profissionais ao questionamento para que a busca pelo conhecimento seja constante, a evolução uma consequência. Quem questiona, evolui. A 3ª edição do Congresso de Inovação FEI, para 2018, já está confirmada!

cong 2

Realize o Novo! Inscreva-se no Vestibular FEI 2018 – CLIQUE AQUI.

17 out

Alunos apresentam seus projetos de pesquisa no SICFEI

4

No último dia 29 de setembro, no campus São Bernardo do Campo, aconteceu o VII SICFEI – Simpósio de Iniciação Científica, Didática e de Ações Sociais de Extensão da FEI.

O evento reuniu os principais projetos de pesquisa desenvolvidos por alunos, de todos os cursos, que participam do Programa de Iniciação Científica da FEI. Há algum tempo já listamos, aqui neste post, as principais vantagens e atribuições do programa.

O SICFEI congrega 4 vertentes em suas apresentações. São elas:

– Iniciação Científica;

– Iniciação Tecnológica e de Inovação;

– Didática;

– Ações de Extensão.

Para a exposição, os estudantes escrevem os seus trabalhos, apresentando as etapas das pesquisas já desenvolvidas e os resultados obtidos, sempre com orientação de um professor. Os melhores projetos são selecionados e levados ao evento, que reúne alunos, professores e uma banca avaliadora, formada por profissionais do mercado, alguns deles ex-alunos da Instituição.

“Alguns desses projetos estão ligados ao empreendedorismo, eles têm um viés de inovação”, comenta a Professora Michelly de Souza, da comissão organizadora.

2

O grande destaque para os participantes fica por conta do crescimento, pessoal e profissional, diante dos desafios de um projeto de pesquisa. O aluno de Engenharia de Produção, Guilherme Garcia, comenta: “Com a Iniciação Científica eu pude descobrir novos métodos de buscas. Antes eu ficava limitado à poucas bases de dados, com a iniciação eu descobri que há um mundo bem maior por trás disso. ”

1

Diferente do que muitas pessoas pensam, participar do programa de iniciação científica não deixa o aluno preparado somente para o meio acadêmico, mas também o prepara e o coloca em contato com o mercado de trabalho. No SICFEI, isso acontece na prática: avaliadores externos, da indústria e academia, classificam os melhores trabalhos que recebem prêmios no fim do evento.

“Eu achei muito bons os trabalhos. Eles estão tendo uma participação muito ativa da indústria, que é um conceito muito forte da FEI. Alguns trabalhos estão bem destinados à solução de problemas propostos pela indústria. ” – Comenta Fernando Garcia Nicodemos, ex-aluno e avaliador do evento.

Se você é aluno e tem interesse em participar do Programa de Iniciação FEI, a Profª Michelly tem um recado:

“A dica principal é conhecer os programas. Nós temos a secretaria, as coordenadoras dos programas que estão à disposição para falar sobre cada um deles (programas) e apresentar quais são as ideias. O aluno também pode entrar no site da FEI e consultar quais são os projetos que estão em andamento, os professores que orientam e o tipo de trabalho que é desenvolvido em cada área. ”

Assista a reportagem feita durante o evento:

Realize o Novo com a FEI: as inscrições para o Vestibular 2018 estão abertas. Clique aqui e se inscreva.

05 out

Engenharia FEI: uma vitória rumo aos EUA!

Alunos de Engenharia FEI vencem competição de Materiais Compósitos e representarão o Brasil nos Estados Unidos, em 2018.

materiais 2

As atividades extracurriculares do Centro Universitário FEI, como projetos institucionais, sempre trazem bons resultados aos alunos e professores. Na grande maioria dos casos, aplicar os conceitos na prática leva os estudantes ao desafio de criar soluções e pesquisas para áreas que, geralmente, ainda não foram ministradas no presente ciclo de suas graduações, além de colocá-los em contato com o mercado de trabalho.

A equipe SAMPE-FEI, formada por alunos de Engenharia de Materiais e Mecânica da FEI, é mais uma das diversas equipes da Instituição que participou de um campeonato e se destacou como grandes vencedores.

SAMPE

          Alunos de Engenharia com o prêmio do Desafio Acadêmico da Ponte 2017

O Desafio Acadêmico da Ponte, competição internacional chamada “Student Bridge Contest”, foi organizado pela Sociedade para o Avanço de Materiais e Engenharia de Processo (SAMPE), com o objetivo de promover a alunos de diversos cursos de tecnologia uma experiência real de projeto de uma estrutura de material compósito, obedecendo regras e especificações pré-estabelecidas. As provas aconteceram em São José dos Campos/SP durante a primeira semana de outubro.

As equipes precisaram projetar e construir uma ponte/viga que suportasse uma determinada carga. O critério de avaliação consistiu em classificar a ponte mais leve que atendesse a carga do projeto. Diversas categorias foram disputadas, como Viga em L e Viga Quadrada variando as fibras (carbono, vidro e natural).

Com muito esforço e dedicação dos nossos alunos, mais uma vez, o prêmio ficou para a equipe FEI! Por somar mais pontos em toda a prova, os estudantes da Instituição foram classificados para representar o Brasil nos Estados Unidos, na etapa internacional da competição, em 2018.

A equipe SAMPE-FEI já possui um histórico de troféus no Desafio Acadêmico da Ponte. Das 4 edições realizadas, três delas tiveram alunos FEIANOS no pódio, sendo uma vez em 2º lugar.

Se inspirou? Realize o novo com a FEI: as inscrições para o Vestibular 2018 estão abertas. CLIQUE AQUI e inscreva-se agora mesmo.

Vestibular

22 set

FEI se destaca na Avaliação Folha RUF 2017

Após a excelente avaliação da FEI no Guia do Estudante, conquistando 51 estrelas como mostramos aqui, agora é a vez de um novo destaque: a Avaliação Folha RUF 2017!

ruf_linkedin

Criada em 2012 e sempre publicada no mês de setembro, a avaliação é organizada pela Folha de São Paulo, um dos maiores jornais do País, que analisa instituições de ensino e seus cursos espalhados por todo o Brasil.

Dos 7 cursos da FEI avaliados, 5 ocupam os primeiros lugares entre as melhores instituições de ensino particulares do País. São eles:

Engenharia Civil – 5º

Ciência da Computação – 5º

Engenharia Elétrica – 2º

Engenharia Mecânica – 1º

Engenharia de Produção – 1º

Engenharia Química – 1º

Entre os melhores cursos do ABC Paulista, a FEI se destacou com Administração, Ciência da Computação, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção e Engenharia Química.

Parabéns aos alunos, professores e colaboradores, responsáveis pelo sucesso da Instituição!

E você? Está pronto para realizar o novo com a FEI? As inscrições para o Vestibular 2018 estão abertas, é só clicar aqui e se inscrever!

1

19 set

Conheça a Equipe Concreto FEI

A noite cai e o trabalho é intenso dentro do Prédio F do Centro Universitário FEI. Ao entrar pela porta que dá acesso a um dos laboratórios, o cenário é interessante: um grande grupo de alunos se prepara, com jalecos, materiais e diversas folhas em cima da mesa, para mais um dia de atividades. Os maquinários do local estão prontos para utilização e desenvolvimento prático das pesquisas realizadas por estes estudantes. Aqui estamos, no Laboratório de Engenharia Civil, conferindo de perto o trabalho da premiada Equipe Concreto FEI!

Concreto 1

Os projetos institucionais da FEI, referência entre as faculdades, permitem aos estudantes evoluírem seus conhecimentos, indo além do conteúdo teórico que é ensinado em sala de aula. Trabalhar em equipe, assumir responsabilidades e participar de competições com avaliações rigorosas, fazem com que estes jovens estejam mais preparados para o mercado de trabalho.

“Eu aconselharia a qualquer aluno que tenha interesse em se preparar para o mercado de trabalho, a entrar em um grupo de pesquisa como o nosso”, comenta Bruno Innocenti, aluno de Engenharia Civil e membro da equipe Concreto FEI, que desenvolve pesquisas de concreto de alto desempenho, com o objetivo de oferecer novas tecnologias ao mercado de trabalho.

Concreto 2

O Concreto FEI conta com 14 participantes, distribuídos em diferentes ciclos do curso de Engenharia da FEI. Para participar dos campeonatos e ser reconhecida como uma das melhores equipes do País, os alunos precisam estudar livros que vão do 1º ciclo ao 10º ciclo, adquirindo, assim, um conhecimento único, além de um ótimo networking para suas vidas profissionais.

“Conforme vai passando o tempo você percebe que tem muito ainda a aprender. Você se torna mais humilde. E também passa a encarar os desafios com muito mais gana! ”, completa Bruno.

Diferente do que muitas pessoas pensam, o projeto não é voltado somente para alunos da Engenharia Civil. Qualquer estudante da FEI, mesmo de outras Engenharias e até mesmo Administração, podem participar. A equipe apoia ter diferentes pessoas com diferentes habilidades, para uma maior cooperação nos projetos e trabalhos realizados.

Assista o vídeo e conheça mais sobre o projeto Concreto FEI

Gostou de conhecer mais sobre a equipe? Realize o novo você também! As inscrições para o Vestibular FEI 2018 já estão abertas, não perca tempo e inscreva-se agora mesmo clicando aqui!

Curta nossa página no Facebook

Twitter