14 dez

FEI no 7º Simpósio SAE de Híbridos e Elétricos.

O Salão do Automóvel, principal evento automobilístico do Brasil, sediou no dia 13 de novembro o 7º Simpósio SAE (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade) de Veículos Híbridos e Elétricos, e com certeza, o Centro Universitário FEI marcou presença, muito bem representado pelo Professor Fábio Delatore, responsável pelo veículo elétrico do projeto Fórmula FEI.

Nosso docente recebeu um convite da comissão de Veículos Híbridos e Elétricos da SAE, para que participasse de uma discussão muito produtiva dentro do painel MotorSports, junto à outras duas equipes e o piloto brasileiro campeão da Fórmula E, Lucas Di Grassi, sobre como o projeto Fórmula Elétrico contribui para a formação dos alunos e preparação para inserção deles no mercado de trabalho do segmento.

Questionado sobre os caminhos que o projeto abre para os alunos, Delatore relata que sua equipe: “opta por trabalhar no Fórmula com as mesmas tecnologias que são utilizadas em muitas das principais categorias de automobilismo. Então, o aluno se forma com um amplo engajamento nas diferentes frentes que um automóvel necessita para um bom funcionamento”.  Ainda, segundo ele: “os alunos que participam e gerenciam esse tipo de atividade, têm sido amplamente aproveitados por diversas categorias de MotorSports e montadoras.”.

46233669_1885681901499850_1947258745176195072_n

O Piloto Lucas Di Grassi em rápida entrevista, reafirmou a importância das universidades para o desenvolvimento de novos estudos e projetos, e crescimento do mercado no país: “Sem dúvida, é muito importante gerar esse conhecimento local, gerar essa capacidade de desenvolvimento tecnológico nacional. Então, a base disso é a educação, são as universidades. Para esse mercado novo e tecnologia nova, que vai se expandir tanto, eu acho que precisamos criar um ecossistema de indústria nacional forte, e esse é o papel das universidades. No que eu puder ajudar e desenvolver dentro desse segmento no país, acho que poderemos ter um retorno imensurável para o futuro. ”

46137169_1885681931499847_7075661232329457664_n

A participação do Centro Universitário FEI em eventos como o Simpósio SAE, que promovem o debate e interação de empresas voltadas ao desenvolvimento de projetos que, terão desempenho fundamental na sociedade, reforça a importância da Instituição e seu posicionamento no mercado atual. Significa que estamos desenvolvendo jovens inovadores e criativos, capazes de visualizar e projetar um futuro brilhante, do qual serão protagonistas das principais mudanças que se descortinam para os próximos anos.

Confira no vídeo abaixo, nossa matéria sobre a participação da FEI no 7º Simpósio SAE:

03 dez

Lançamento Fórmula FEI 2019

O Centro Universitário FEI, promoveu no dia 13 de dezembro, o tão esperado e inédito evento de lançamento dos carros da Equipe Fórmula FEI, Elétrico e Combustão, para a temporada 2019. Uma noite muito especial e oportuna para reunir familiares, amigos e patrocinadores, que de certa forma contribuíram para o desenvolvimento do projeto.

44256594030_e87422647a_k

Antes da revelação dos veículos, o reitor do Centro Universitário FEI, professor Fábio do Prado, proferiu algumas palavras de incentivo à equipe, seguido do coordenador do curso de Engenharia Mecânica, Marko Ackermann, e por último, o professor de Engenharia Elétrica e responsável pelo projeto, Fábio Delatore, que se aprofundou na essência do projeto e apresentou suas expectativas para 2019.

O capitão da equipe e aluno, João Bruno Palermo, foi o responsável por apresentar toda a parte estrutural e técnica que os novos Fórmula contemplarão para a próxima temporada. O novo Fórmula Combustão contém um chassi reforçado em fibras de carbono do tipo monocoque, que torna o veículo mais leve e aderente, feito inédito na categoria, tornando-o o único carro brasileiro a possuir essa tecnologia. O Elétrico possui um pacote dinâmico e sistema de gerenciamento de energia, que as outras equipes da categoria ainda não possuem. Ambos os veículos são leves, capacitados para atingir ótimas velocidades e melhor desempenho em curvas.

31133786497_9961d53b82_k

 

Logo após, uma retrospectiva da Equipe Fórmula FEI, apresentada pelo Professor de Engenharia Mecânica Roberto Bertolussi, foi exibida, detalhando toda a evolução do projeto e momentos vivenciados desde seu início em 2004. Segundo ele, “todos os projetos estudantis têm a função de desenvolver no aluno, competências que a sala de aula não é capaz de fornecer”. Bertolussi ainda cita o papel que a FEI exerce em função da atividade: “A FEI sempre deu apoio para os projetos e desenvolve muito os alunos que passaram por essa experiência”.

Para a tão esperada apresentação dos carros, uma contagem regressiva iniciou-se, e aos últimos segundos, uma cortina de fumaça gerada por uma máquina foi produzida, para enfim, revelar os veículos da próxima temporada.

45348346054_763fc0c596_k

Vale destacar a preocupação e comprometimento que o Centro Universitário FEI garante aos seus alunos e docentes. O projeto Fórmula FEI auxilia os alunos a desenvolverem competências pessoas, incentiva o trabalho em equipe, promove a multidisciplinaridade e polivalência, garantindo que os membros estejam preparados para seguir carreira em diversas áreas e segmentos Motorsport, além de montadoras.

No Youtube, disponibilizamos o vídeo realizado durante a cobertura do evento. Confira em nosso canal:

28 nov

Concurso Travessia celebra sua 10ª edição

45382059412_d52146fa9b_b

Para a FEI, o contato com alunos(as) do ensino médio é a porta de entrada para orientar milhares de estudantes que, amanhã ou depois, estarão nas dependências da Instituição disputando uma vaga em um dos cursos superiores oferecidos. Isso quer dizer que, essa porta de entrada, traz consigo grande responsabilidade e impacto, uma vez que envolve a decisão do futuro profissional desses(as) estudantes. Uma abordagem adequada, interessante e responsável faz toda a diferença.

É justamente a diferença que torna, então, o Concurso Travessia da FEI único e aguardado para muitos colégios do Ensino Médio. Criado em 2009 pelo Departamento de Engenharia Civil, a proposta principal do evento é desafiar jovens à criação de uma ponte, mas utilizando recursos um tanto quanto “simples”: palitos de sorvete, cola, clipes e barbantes. Além da criação, as pontes também são levadas a testes de peso, o que torna o desafio ainda maior. Frente à esta tarefa, uma série de conceitos teóricos de Engenharia, principalmente Física, é aplicada à ponte para que esta seja construída de maneira adequada. E é nesse ponto que o Concurso Travessia conquista os estudantes: ele apresenta a Engenharia na prática de maneira lúdica.

45382060812_665e784a52_b

Realizado nos dias 04 e 05 de outubro, no campus São Bernardo do Campo, a edição de 2018 celebrou 10 anos de evento e, por isso, proporcionou aos participantes alguns detalhes extras.

“Chegamos aos 10 anos e para nós é uma grande felicidade. A 10ª edição tem um significado muito especial, pois as pontes têm a condição de serem em vários tipos: modelos já utilizados no ano passado e também modelos novos. Acho que é um grande estímulo, de fato”. Comenta o professor coordenador do curso de Engenharia Civil da FEI, André Kurt Pereira Amann.

45382061502_57deabb336_b

Os(as) alunos(as) participantes não estão sozinhos neste desafio, os professores os acompanham, vibram juntos e reconhecem: “Esse Concurso Travessia é muito importante, porque os alunos conseguem aplicar na prática o que eles aprendem em Física, Matemática. E depois o interesse deles [por essas matérias] fica ainda maior em sala de aula”, comenta Márcio Luís da Silva, professor de Física do Colégio da Polícia Militar de Santo André/SP.

No vídeo abaixo, veja depoimentos dos participantes do Concurso Travessia 2018.

Todas as fotos do evento podem ser vistas neste link.

Até o próximo post 😉

 

31 out

Como ter um melhor rendimento no ENEM?

thumbenem cpia

Nos próximos dias 04 e 11 de novembro de 2018, milhares de alunos(as) de todo o País realizarão o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Para muitos, essa é a oportunidade de mudar de vida, uma vez que muitas instituições de ensino, públicas e particulares, utilizam a nota da avaliação como forma de ingresso em seus cursos. O Centro Universitário FEI, inclusive, é uma delas. Referência nas áreas de Administração, Ciência da Computação e Engenharia, a Instituição permite que os candidatos do Vestibular apliquem suas notas do ENEM como forma de apoio ou mesmo ingresso direto, dispensando o exame institucional.

Pensando em apoiar esses estudantes, o professor e chefe do Departamento de Física da FEI, Roberto Baginski, gravou um vídeo com ótimas dicas que podem ajudar em um melhor rendimento no ENEM. Clique aqui e assista!

Prof. Baginski ENEM

Professor da FEI dá dicas para um melhor rendimento no ENEM 2018:

17 set

Alunos da FEI recebem Certificado de Mérito

44740193631_76a3f6e143_o

O Centro Universitário FEI, realizou no dia 12 de setembro, no campus de São Bernardo do Campo a Entrega dos Certificados de Mérito para os alunos dos cursos de graduação do 1º semestre de 2018 e do processo seletivo do 2º semestre de 2018 dos cursos de Administração, Ciência da Computação e Engenharia.

O reconhecimento ao êxito dos alunos tem como objetivo valorizar o empenho e dedicação desses, mas também incentivar todos os alunos da Instituição a buscar cada vez mais a excelência nos estudos. “É um orgulho imenso para a FEI certificar o mérito de alunos que estão comprometidos com a nossa visão, que é formar profissionais que sejam protagonistas em soluções disruptivas em um mundo cada vez mais inovador”, destacou o reitor do Centro Universitário FEI, Prof. Dr. Fábio do Prado.

43831597885_8a4b6e92af_o

Abaixo, listamos os nomes dos alunos que receberam o prêmio:

Processo Seletivo – 2º Semestre de 2018

– Thaís Munhoes Anciães | Curso de Administração campus São Bernardo do Campo

– Rodrigo Pimentel dos Santos Nogueira Pires | Curso de Engenharia (Diurno)

– Ítalo Assunção Aguiar | Curso de Ciência da Computação

Administração

– Gabriela de Luca Tancini | Campus São Bernardo do Campo

– Samuel da Silva Quirino | Campus São Paulo (Matutino)

– Gabriela Conde Marcelino | Campus São Paulo (Noturno)

Ciência da Computação

– Ricardo Morello Santos

Engenharia – Ciclo Básico

– Gabriela Urbaneja Manzoni

– Thiago de Russi Colella

Engenharia Civil

– Isadora Loiola Cavalcante

Engenharia de Automação e Controle

– Leonardo da Silva Costa

Engenharia Elétrica (Diurno)

– Gustavo Justo Montesani

Engenharia Elétrica (Noturno)

– Cesar Augusto Belchior de Carvalho

Engenharia de Materiais

– Flavia Regina Pucci

Engenharia Mecânica (Diurno)

– Marcelo Paranhos de Almeida

Engenharia Mecânica (Noturno)

– Ivan Ricardo Jahn

Engenharia Produção (Diurno)

– Fernanda Caveiro Correia

Engenharia Produção (Noturno)

– Jéssica Gomes Ribeiro

Engenharia Química

– Gabriela Fernanda Munhoes

Engenharia Têxtil

– Letícia de Oliveira Paula

42930357450_5061db319b_o

 

 

 

 

 

Curta nossa página no Facebook

Twitter